PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench

10 Curiosidades sobre Machu Picchu: Lendas e mistérios

curiosidades sobre machu picchu

Neste artigo, vamos falar sobre as principais curiosidades sobre Machu Picchu, incluindo as principais lendas e mistérios da Cidade Perdida dos Incas.

Então, vamos comentar o que significa Machu Picchu, quem descobriu a cidade. E claro, quais são as hipóteses em relação ao sumiço do povo inca.

Por fim, também contaremos as famosas lendas a cerca da criação de Machu Picchu, e, a ligação entre São Thomé das Letras e a civilização perdida.

Ficou curioso? Vem com a gente nesse post!

Tem teorias sobre Machu Picchu? Deixe o seu comentário!

 

Quais são as principais curiosidades sobre Machu Picchu?

Como sabemos, muitos lugares do mundo, despertam a curiosidade e o interesse dos viajantes, não é mesmo?

Sabendo disso, resolvemos comentar as principais curiosidades sobre Machu Picchu, além é claro, das principais lendas e mistérios da Cidade Perdida dos Incas.

 

1- O que significa Machu Picchu?

Como já era de se esperar, Machu Picchu é a atração número um do Peru e uma das principais curiosidades sobre Machu Picchu é o seu significado.

Pois bem, o que significa Machu Picchu?

Bom, Machu Picchu, significa, em língua quéchua, “Montanha Velha”, devido a possível idade da região, antes mesmo do surgimento da civilização.

Confira também: Pontos turísticos em Lima no Peru

 

2- Quem construiu Machu Picchu? E quando foi construída?

A cidade de Machu Picchu foi construída ainda no século 15, pelo líder Inca Pachacuti. A montanha na qual foi o foco das construções – Machu Picchu – fica próxima a Cusco, o principal centro de urbanização e civilização do antigo império Inca.

Além disso, ambas as regiões possuíam muita importância para o povo Inca. Porém, falaremos mais sobre isso ao longo desse post.

 

3- Por que Machu Picchu é conhecida como a Cidade Perdida dos Incas?

Outra curiosidade sobre Machu Picchu, é o motivo dela ser conhecida como “a cidade perdida dos Incas”, certo?

Enfim, o complexo de Machu Picchu, foi considerado como a “cidade perdida dos incas”, pelo simples fato de por muito tempo a sua localização exata ser desconhecida. Além, é claro, da região ter sido erguida e habitada pelo povo inca.

Onde, até então, sabia-se apenas que a montanha Machu Picchu, estava no circuito chamado “Caminho Inca”, isto é, um caminho de túneis perfurados em rochas que ligava todo o império Inca por cerca de 40 mil quilômetros.

Já a descoberta e divulgação de Machu Picchu só ocorreu em 1911, com a expedição do arqueólogo americano Hiram Bingham.

Que finalmente, mapeou a região, denominando-a Machu Picchu de “a cidade perdida dos Incas” em seu livro publicado: Lost City of the Incas.

Confira: Excursão para Machu Picchu saindo de Cusco

 

4- Onde fica Machu Picchu?

Machu Picchu é uma cidade pré-colombiana bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2.400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru.

E se você ficou curioso em como chegar em Machu Picchu, indicamos que confira as nossas dicas de possíveis percursos.

 

5- Como foi a descoberta de Machu Picchu?

Como vimos, a descoberta oficial de Machu Picchu, deu-se em 1911, mas na realidade, a história de seu descobrimento é bem mais antiga e longa do que imaginamos.

Vamos ver como tudo começou? Prepare seus cafés, pois a história é longa e tem algumas pontas soltas.

 

Muchu Picchu no século 16

Bom, tudo começou ainda no século 16, com o conquistador espanhol Baltasar de Ocampo, que visitou a região e fez uma nota sobre a existência de construções majestosas na montanha.

A partir disso, podemos considerá-lo como primeiro descobridor oficial de Machu Picchu, mesmo sem ter deixado qualquer indício de localização, mapa, ou algo do tipo.

 

Muchu Picchu depois de 1860

Mais para frente, no ano de 1865, em uma exploração pelo Peru, o naturalista italiano Antonio Raimondi, passou a pé das ruínas de Machu Picchu e relatou que a região era escassamente povoada.

Porém, há indícios de que foi só depois de Antonio, que Machu Picchu começou a receber visitantes com interesses turísticos.

Passado algum tempo, especificamente em 1867, o empresário alemão Augusto Berns não só ficou conhecido como o descobridor das ruínas de Machu Picchu – declaradas por Baltasar e Antonio, anteriormente –, como também havia fundou uma empresa mineradora para explorar os tesouros da região.

E com a aprovação do governo peruano, a ação de exploração vendia tudo o que encontravam a colecionadores europeus e norte-americanos. Além de repassar 10% dos lucros aos governo peruano.

Mas isso repercutiu negativamente aos quatro cantos do mundo, o que deixou a região “esquecida”.

Passado algum tempo, surgiram os primeiros mapas de Machu Picchu, já que os exploradores sabiam localização exata dos principais atrativos da região.

Porém, o primeiro mapa oficial da região, sem fins lucrativos, surge apenas em 1870, pelo norte-americano Harry Singer, que se refere ao Huayna Picchu como “Punta Huaca del Inca”.

Sendo que, o nome escolhido, revela a relação com o povo inca e a montanha. Inclusive retratando o local de forma religiosa. Ou seja, as montanhas, eram possivelmente, lugares sagrados para o povo Inca.

Já o local exato de onde se encontrava Machu Picchu, se deu oficialmente em 1874, quando o alemão Herman Gohring, criou um segundo mapa com ambas as montanhas detalhadas.

Por fim, somente em 1880, foram confirmadas pelo explorador francês Charles Wiener, a existência de restos arqueológicos na região, as famosas ruínas de Machu Picchu, que até então eram inacessíveis.

 

Machu Picchu depois de 1900

O Redescobrimento oficial de Machu Picchu – a versão que mais conhecemos –, ocorreu em 1911, pelo professor norte-americano Hiram Bingham.

Na época, ele estava à frente de uma expedição em Yale e apresentou ao mundo, a verdadeira e grandiosa cidade de Machu Picchu.

Porém, a meta de Bingham era outra: encontrar a legendária capital dos descendentes dos Incas, Vilcabamba, tida como baluarte da resistência contra os invasores espanhóis, entre 1536 e 1572.

 

Mas, afinal, quem descobriu Machu Picchu?

Portanto, a partir disso, podemos dizer que em 1911, a cidade perdida dos Incas foi oficialmente descoberta “sem querer” por Hiram Bingham, que buscava por outras fontes de existência do povo Inca.

Pois até então, apesar de terem alguns mapas, a região estava desaparecida por séculos, e ninguém nunca havia investigado a fundo.

Mas, essa é a apenas a versão oficial.

 

6- Como Machu Picchu foi abandonada?

O motivo exato pelo qual a cidade foi abandonada pelos Incas, continua um mistério.

Porém, segundo especulações, a região teria sido abandonada pelos Incas por conta de epidemias existentes.

O abandono, ocorreu depois da invasão espanhola. Ou seja, as possíveis epidemias foram trazidas por eles.

Mas tudo isso só passou a ser investigado, 100 anos depois de seu redescobrimento oficial, em 1911.

 

7- O que aconteceu com o povo de Machu Picchu?

Mesmo com a chegada dos espanhóis no continente americano, a cidade permaneceu intacta devido a sua dificuldade de acesso.

Dessa forma, registros apontam que a cidade de Machu Picchu não foi encontrada logo de inicio pelos colonizadores.

Mas então, o que aconteceu com a população local?

Bom, tudo indica que a população Inca foi dizimada pelos colonizadores em diferentes locais da região,e de maneira alternada. Tornando assim, uma cidade perdida e sem habitação.

 

8- Lendas e Mitos sobre o povo Inca

Assim como em outras civilizações do mundo, os Incas também tentavam explicar suas origens por meio de lendas e mitos.

As duas principais lendas locais sobre o surgimento do povo Inca – que permanecem até hoje na região –, baseiam-se em: A lenda de Manco Cápac e Mama Ocllo e a lenda dos irmãos Ayar.

Vamos conhecê-las?

 

Lenda de Manco Cápac e Mama Ocllo

O Deus Sol, vendo a tristeza em que os homens estavam imersos, fez nascer do Lago Titicaca, seus primeiros fundadores, o casal Manco Cápac e sua esposa (e irmã) Mama Ocllo.

Então, o Deus do Sol, por sua vez, deu-lhes um cetro de ouro e ordenou civilizar o mundo e fundar um império para render culto ao sol.

Além disso, eles foram avisados de que o lugar onde o cetro de ouro afundaria seria o lugar propício para fundar um império – Machu Picchu –.

Manco Cápac foi para o lodo norte e Mama Ocllo, para o sul do vale. Ambos convocaram e submeteram as pessoas em sua jornada, na qual, os consideravam seres divinos.

Depois de muita viagem, o cetro afundou na colina Huanacauri e nesse lugar, Manco Capac e Mama Ocllo deram início à origem dos incas.

 

Lenda dos irmãos Ayar

Já a segunda lenda, diz que o Deus do mundo Andino ‘Huiracocha’ enviou seus quatro filhos, para procurar terras férteis.

Então, os 4 irmãos Ayar, saíram da caverna Pacaritambo junto com 10 famílias, rumo ao sudeste da região.

Ayar Cachi era um homem forte e corajoso que provocou a inveja de seus irmãos, que decidiram matá-lo, sendo persuadido a retornar às cavernas de Pacarina.

E quando retornou à caverna, foi encerrado colocando uma pedra na entrada. Os outros irmãos, continuaram seu caminho até a colina “Huanacauri”, onde encontraram um ídolo de pedra – uma estátua –.

Cheios de respeito e medo, os irmãos entraram na caverna, então, Ayar Uchu saltou para a parte de trás da estátua e congelou.

Depois de continuar a viagem, Ayar Auca também foi transformado em pedra.

Finalmente, Ayar Manco, acompanhado das 4 mulheres, chegou a Cusco onde enterrou sua vara, como um sinal de terra fértil.

E dessa forma, tornou-se primeiro imperador, fundando uma cidade em honra ao Deus Huiracocha, e o Deus Sol.

Enquanto, a cidade de Cusco, por fim, tornou-se a capital do Império dos Incas.

O que fazer em Machu Picchu: Roteiro para 3, 4, 5, 6 ou 7 dias

 

9- Qual a ligação da Gruta de São Thomé das Letras com Machu Picchu?

Segundo a lenda, a Gruta do Carimbado, em São Thomé das Letras, possui ligação direta a Machu Picchu, no Peru, por um caminho de túneis de 4.000 quilômetros.

O que contribui para a teoria do misterioso sumiço dos Incas, que teriam vindo de Machu Picchu para São Thomé das Letras até a Gruta do Carimbado.

Contudo, outra teoria, afirma que há um portal dentro da caverna e a energia presente nela, transporta as pessoas para outra dimensão, deixando a sensação de que já esteve em Machu Picchu.

Mas, como já era de se esperar, ainda ninguém chegou ao fundo da caverna para responder essa pergunta e investigar a real relação que a Gruta de São Thomé das Letras tem com Machu Picchu.

 

10- Qual é a importância de Machu Picchu?

Para finalizar nosso artigo de principais curiosidades sobre Machu Picchu, vamos falar sobre qual é a importância de Machu Picchu?

Assim como sobre seu descobrimento e origem, também há diversas teorias que envolvem a importância de Machu Picchu.

Vamos conhecer algumas delas? Acompanhe!

A primeira teoria, diz que Machu Picchu era um assentamento muito importante, criado para supervisionar a economia das regiões conquistadas.

Além disso, as mesmas, tinham como objetivo secreto, refugiar o soberano Inca e seu séquito mais próximo, no caso de ataque.

Outra teoria garante que a região foi criada exclusivamente com fins religiosos, na qual sacrifícios e orações eram feitos na região para o Deus Sol.

Porém, recentemente, Machu Picchu, foi elevado à categoria de Patrimônio da Humanidade Mundial pela UNESCO.

Isso significa que, devido as suas ruínas arquitetônicas, históricas e arqueológicas, a região, foi classificada como uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Sendo, atualmente, uma das mais visitadas do mundo e claro, marcando sua importância mundial. Por fim, confira outros conteúdos sobre o Peru:

Enfim, chegamos ao fim das 10 curiosidades sobre Machu Picchu. Mas, caso você tenha teorias ou sugestões, compartilha com a gente nos comentários.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sobre mim

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -