O que Fazer em Manaus (AM): Pontos turísticos e dicas de viagem | MUNDO VIAJANTE - Mundo Viajante

O que Fazer em Manaus (AM): Pontos turísticos e dicas de viagem | MUNDO VIAJANTE

Publicado em 21/10/2020

O que fazer em Manaus: Conheça os principais pontos turísticos da capital do Amazonas, saiba  como chegar, onde se hospedar e muito mais.


mulher em um barco

A ideia de conhecer Manaus surgiu através de um convite de uma das minhas melhores amigas. Acredito que quando a Bruninha me convidou para passar alguns dias na sua cidade natal, ela não imaginava que eu realmente iria. 

Eu adoro conhecer lugares diferentes que fogem do convencional e acho que Manaus se enquadrou muito bem nessa categoria. 

Nesse artigo vou dar algumas dicas para quem tem vontade de conhecer a capital da selva amazônica e contar como foram meus dias por lá.

Quando ir em Manaus


Manaus é aquele destino que não tem data certa para ir, já que em cada época do ano o viajante terá uma experiência diferente. 

Eu fui em dezembro/janeiro que teoricamente são os meses mais chuvosos e não recomendados, porém eu adorei ir nessa época de chuvinha no fim da tarde.

Lembrando que no mês de maio na capital ocorre o festival de Ópera da Amazônia, porém em junho a floresta fica alagada. 

Já em setembro e outubro, são mais quentes e mais secos, ideais para quem gosta de caminhadas ao ar livre. 

Quanto tempo ficar em Manaus


Curiosamente eu iria ficar apenas uma semana em Manaus, que acredito inclusive ser o ideal. 

Porém, como as vezes a vida é uma aventura, eu consegui a proeza de comprar a passagem de avião para a data errada e acabei ficando quase 3 semanas.

Como chegar em Manaus e onde se hospedar


Na maioria dos casos, esteja onde você estiver pegar um avião para Manaus acaba sendo muito mais prático.

Contudo, existem formas alternativas para chegar na capital como via transporte rodoviário que saem das principais capitais. Além do transporte via barco para quem vem do Peru ou Colômbia.

Uma alternativa final para aqueles que estão no centro-oeste do país é ir até Porto Velho de ônibus e depois pegar um avião ou barco para Manaus.

Para ser sincera, não posso indicar com exatidão um lugar para ficar em Manaus, já que fui acolhida na casa da minha amiga Bruninha.

Porém, segundo minhas pesquisas de campo indica-se o Local Hostel Manaus, para viajantes que querem conhecer gente nova com um preço acessível.

Já para aqueles que buscam um hotel tradicional, melhor se hospedar no Wyndham Manaus, indicado para casais ou famílias.

O que fazer em Manaus


Teatro Amazonas


Localizado no Largo de São Sebastião, no Centro Histórico de Manaus, foi inaugurado em 1896 para atender ao desejo da elite amazonense da época, mantém viva boa parte da história do ciclo da borracha, época áurea da capital amazonense.

Possui visitas guiadas de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h

Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), lembrando que amazonenses não pagam.

Endereço: Av. Eduardo Ribeiro, 659 – Centro – Manaus/AM

Eu adorei a visita ao teatro Amazonas, ele é imponente e sofisticado. Por sorte Bruninha tinha um amigo que era guia do teatro Amazonas e tivemos a oportunidade de desfrutar de um tour guiado individual, foi bem bacana conseguir passar o tempo que quiséssemos em cada sala e tirar mil fotos haha

tres meninas sentadas em uma escada

Aí vão meus agradecimentos ao nosso guia super simpático Magno, que inclusive veio no seu dia de folga, e a Jussara que teve muita paciência como fotografa 😊

Passeio de Barco em Manaus


Esse é aquele passeio que se você não fizer, não pode dizer que foi em Manaus. 

Acredito que seja o mais tradicional no turismo da cidade, custa em média R$ 200 dependendo da agência que você contratar. 

Pode ser contratado por alguma indicação ou do jeito mais confiável que é indo no Porto de Manaus, lembre-se de reservar e não pagar adiantado. 

O passeio começa levando os passageiros até o encontro das águas do Rio Negro e Solimões, depois a embarcação segue em direção a um posto de gasolina flutuante para abastecer e pode render algumas fotos diferentes. 

Rio Negro e Solimões
O percurso é feito com um guia que dá todas as recomendações, incluindo os horários que temos que estar de volta nas embarcações depois de alguma parada. 

posto de gasolina de barcos no meio do rio amazonas
Posto Flutuante
Admito que eu e minha amiga não fomos muito amadas pelos passageiros e muito menos pelo guia, talvez porque ficávamos tirando mil fotos e acabávamos sempre sendo as últimas a embarcar. Quem nunca não é mesmo? Haha

Uma das primeiras paradas é para o almoço em um restaurante no meio do Rio Amazonas, onde posso confirmar que a comida é maravilhosa.

Lá também é possível ver tanto as trutas criadas pelos moradores locais, como seguir por uma pequena trilha que leva para dentro de um pedacinho da mata, lá encontramos os jacarés e as famosas arvores Sumaúma.

mulher no meio da floresta amazonica

A parte mais divertida se você tiver sorte é ver os macaquinhos que estão na mata nativa, tivemos o prazer de conhecê-los graças a minha amiga Bruninha que levou uma manga para a trilha e acabou tendo a sua fruta furtada haha. 

macaco sagui na floresta amazonica

Aqui podemos ver o meliante comendo a manga: 

macaco comendo manga

Depois o passeio segue em direção a uma tribo indígena, onde os índios dançam, pintam os turistas, vendem seus artesanatos etc.

Eu me sentindo uma indíazinha por alguns instantes:

mulher sentada em uma pedra

É importante lembrar que eles são indígenas do século XXI, onde é claro que vivem do turismo local com algumas comodidades da nova era. 

Na tribo os visitantes também têm a oportunidade de comer algo diferente como formigas, eu não comi, mas minha amiga disse que tem gosto de salgadinho tostado.

menina comendo formiga

Fechando com chave de ouro o passeio acaba em uma última parada, onde podemos nadar com os botos cor de rosa, admito que estava ansiosa para esse momento. 

mulher nadando com o boto cor de rosa

É pago a parte para quem quiser participar dessa experiência, acredito que é em torno de R$ 30,00. Eles te dão um colete salva vidas, isso é muito importante principalmente para pessoas que não sabem nadar assim como eu.

Os botos são atraídos com peixes pelo instrutor e ficam nadando entre os turistas, é estranho quando eles acabam tocando nossa pele, já que são extremamente lisos. 

Antigamente havia uma parte do passeio em que os turistas seguravam uma preguiça verdadeira, era algo ilegal e por isso caso você veja isso denuncie. 

Aproveite esse passeio sentando-se no fundo da embarcação, assim você vai conseguir melhores fotos e uma vista mais deslumbrante.

Leve bastante água e tome um remédio de enjoo caso tenha o estomago sensível, de resto é só aproveitar muito o passeio.

Museu Amazônico (MUSA)


O MUSA é imperdível para quem gosta de estar em contato com a natureza, por sorte como comprei a passagem de avião para a data errada consegui riscar esse item do meu roteiro. 

mulher jovem em um mirante da floresta amazonica

Apesar do nome museu, trata-se de uma floresta nativa preservada, onde pesquisadores de todo o país estudam a fauna e flora.

“Criado em janeiro de 2009, o Musa ocupa 100 hectares da Reserva Florestal Adolpho Ducke, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, em Manaus.” – MUSA

Subimos a torre de 42 metros de altura, a vista de cima é deslumbrante, mas vá com calma para não perder o folego.

Li sobre um novo programa do MUSA que achei bem bacana, adotar uma arvore no Jardim Botânico e contribuir para que o Museu da Amazônia e suas plantas e sementes continuem brotando após a pandemia. 

Se você tem interesse acesse pelo link e conheça como você pode fazer a diferença.

Porto e Mercadão


Localizados no centro de Manaus e frequentados principalmente pelos moradores locais o Porto e o Mercadão podem ser de interesse para aqueles que querem comprar algum artigo especial de Manaus como farinha. 

barco flutuante no rio amazonas

No Porto pode-se ver as embarcações saindo, inclusive o passeio de barco que também sai do mesmo local, mas não espere grande coisa e só vá lá caso faça parte do seu tour o passeio de barco feito pelas agencias de turismo.

Bosque da Ciência (INPA)


No dia que fomos no INPA infelizmente estava fechado devido as festas de fim de ano, então não deixe de se informar antes de ir até lá. 

“O Bosque da Ciência é um espaço dedicado à divulgação cientifica, educação e lazer, que abriga uma vegetação florestal, animais da fauna amazônica de vida livre e atrativos para a visitação turística. ” - INPA

Praia da Ponta Negra


Apesar do nome a Praia da Ponta Negra é um rio. Banhada pelas águas do Rio Negro e com areia fofinha para caminhadas, encanta turistas e o publico local.

praia de ponta negra em manaus

Tem uma ótima infraestrutura de quiosques, além de possuir atrações culturais dependendo da época.

letreiro "AMO MANAUS"

Adorei o local, provavelmente eu voltaria e tomaria novamente o sorvete de tamarindo que tanto amei.

Bares flutuantes


São estabelecimentos no meio de rios e igarapés que ofertam serviços de alimentação, lazer e entretenimento. São ótimos para dias quentes, tanto para se refrescar como para ficar bem bronzeado.

Nas minhas viagens sempre fica um “rabinho”, locais que não tive tempo de conhecer e por isso acabo sempre tendo uma razão para voltar.

Acho que meu “rabinho” de Manaus é o Bar flutuante, talvez nem seja lá essas coisas e eu só fiquei animada de tanto que minha amiga comentou haha

Zoológico CIGS


Conhecido como CIGS – Centro de Treinamento de Guerra na Selva, na verdade é um zoológico e centro militar de treinamento. 

Particularmente eu não gosto de ver os animais presos, mas gostei de saber que no CIGS os animais estão lá por razões de força maior como maus tratos e reabilitação, alguns não sobreviveriam novamente soltos devido o tempo que passaram em cativeiro e por isso não serão reinseridos na natureza.

orça pintada na entrada de zoologico em manaus

Não me pergunte por que, mas não pagamos o ingresso de entrada haha

onça pintada em jaula

O militar olhou para nossa cara e disse que nem precisávamos pagar, acho que estavam felizes por terem visitantes. Porém a entrada custa R$ 15,00 inteira e R$ 7,50 meia.

Uma pena que na parte da tarde o tempo mudou e começou a chover um pouco, assim acabou mais cedo do que o previsto nosso passeio por lá.

Parque Samaúma


Também conhecemos o Parque Samaúma, mas só inclua ele no seu roteiro caso sobre tempo. Em um próximo post vou contar como foi esse passeio, já que foi uma das minhas aventuras divertidas do acaso.

Como roteiro eu sugiro fazer uma atração por dia, exceto no caso do Teatro Amazonas, Porto e Mercadão que devem ser feitos no mesmo dia. Veja que 1 semana é suficiente para ver o essencial com calma, mas claro que se quiser curtir mais a natureza de Manaus é melhor acrescentar alguns dias ao seu roteiro.

O que levar para Manaus


Antes de lembrar o que levar para Manaus, temos que lembrar do que fazer antes de ir e o mais importante é: Tomar a vacina da febre amarela.

Além disso, não se esqueça de repelente, capa de chuva, sapatos fechados confortáveis, chinelo, medicamento contra malária, óculos escuros, biquíni e roupas leves.

Claro que somado a esses itens estão todos os outros que costumamos levar em todas as viagens.


Informações sobre o que fazer em Manaus


- Em Manaus temos o centro de informações turísticas o Amazonas Tur, caso queira entrar em contato ou obter mais informações click aqui. Lembre-se de sempre se informar com lugares de turismo certificados.

- Existem passeios na selva que eu particularmente não fiz, mas tenho vontade de fazer. Caso você seja uma pessoa que curte a natureza, seria legal se informar com as empresas de turismo localizadas no Porto.

- Uber funciona em Manaus tranquilamente, apesar de os motoristas não serem os mais educados.

- Percebi que o assédio as mulheres no centro de Manaus é descarado, por isso tomem cuidado sempre manas.


Se gostou desse post segue o Mundo Viajante no Facebook

Se tem dúvidas ou sugestões deixa seu comentário

8 comentários:

  1. Fiquei impressionada como tem muita coisa para fazer em Manaus. Você foi bem detalhista no conteúdo, em especial as informações adicionais.

    ResponderExcluir
  2. Super útil o seu post sobre o que fazer em Manaus. Adorei em especial o passeio de barco, pareceu super interessante.

    ResponderExcluir
  3. Vou super precisar do seu post sobre o que fazer em Manaus, uma viagem que preciso fazer urgentemente, afinal é um lugar surpreendente.
    Obrigada por compartilhar sua experiência.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Olívia, fico contente que o post te incentive a conhecer Manaus, abraços :)

      Excluir
  4. Conheci Manaus numa viagem rápida, mas morro de vontade de voltar e explorar mais! Tem muito o que fazer nessa cidade, e seu texto me deixou querendo mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcela, com certeza vale a pena uma segunda visita, abraços :)

      Excluir



@INSTAGRAM