O que fazer no Deserto do Atacama, Chile? Roteiro de 3, 4 e 5 dias

o que fazer no deserto do atacama no chile

Sumário

Se você está planejando conhecer o Chile e pretende conhecer um dos desertos mais famosos do mundo, saiba que chegou ao post certo! Já que hoje vou comentar o que fazer no Deserto do Atacama em 3, 4 e 5 dias!

O Deserto do Atacama, localizado no norte do Chile, é um dos lugares mais fascinantes e extremos do planeta.

Considerado o deserto mais árido do mundo, algumas áreas não registram chuva há mais de 400 anos.

Essas paisagens repletas de dunas, salares e formações rochosas, são um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza e da astronomia.

À noite, o céu do Atacama se transforma em um dos mais estrelados e límpidos, atraindo astrônomos de todo o mundo para observatórios de renome internacional.

Curiosamente, o Atacama também é lar de lagos e lagoas incrivelmente coloridos, como as Lagunas Miscanti e Miñiques, que contrastam com o terreno árido ao redor.

Pensando em tudo o que o Deserto do Atacama tem a oferecer, hoje vamos apresentar um guia completo sobre a região, desde como chegar, onde se hospedar.

Além do que fazer e principalmente quais as melhores opções de roteiro de 3, 4 e 5 dias!

E se você gostou ou ficou curioso, vem comigo!

 

O que fazer no Deserto do Atacama: Principais passeios

  1. Valle de La Luna;
  2. Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas;
  3. Laguna Cejar ou Lagunas Escondidas;
  4. Tour Astronômico;
  5. Geysers del Tatio;
  6. Termas de Puritama.

 

Como se preparar para conhecer o Chile?

Vamos lá, antes de falar sobre as atrações do Deserto do Atacama, é importante estar atento à documentação necessária para entrada de brasileiros, que no caso pode ser um passaporte válido ou RG com no mínimo 10 anos de emissão.

Além disso, é importante lembrar que ao entrar no Chile, você receberá a Tarjeta de Turismo. Este documento é emitido pelo Serviço Nacional de Migração e serve como prova de entrada legal no país.

A Tarjeta de Turismo contém informações importantes, como a data de entrada e o prazo de permanência permitido, que geralmente é de 90 dias para turistas.

É crucial manter este documento em segurança durante toda a estadia no Chile, pois ele deve ser apresentado ao deixar o país.

Outro ponto fundamental na hora de planejar a sua viagem é a necessidade de contratar um seguro saúde! Já que o Chile não conta com sistema de saúde para estrangeiros.

Além disso, se você pretende escapar das altas tarifas do roaming, indico que você compre um chip de dados internacional e fique sempre conectado.

Por fim, mas um dos pontos mais importantes é como levar o seu dinheiro para o Chile. E a melhor opção é o cartão internacional da Wise, com ele você pode adicionar dinheiro via Pix e converter em instantes para pesos chilenos.

Utilizamos tanto em Santiago quanto em San Pedro de Atacama e conseguimos as melhores tarifas, além disso, todos os lugares aceitavam o cartão da Wise!

Então, com certeza, é a melhor opção!

 

Onde fica? E como chegar ao Deserto do Atacama?

O Deserto do Atacama fica localizado no norte do Chile, entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico.

Especificamente, a 1.670 km da capital chilena e a apenas 100 km de Calama, a principal porta de entrada para San Pedro de Atacama.

Dito isso, se você acompanha o nosso conteúdo, já deve saber que temos um post completo sobre como chegar ao Deserto do Atacama!

Mas, caso seja a sua primeira vez por aqui vamos resumir o que comentamos anteriormente.

Saindo do Brasil, o caminho mais prático é via Santiago. Primeiro, pegue um voo do Brasil até Santiago, a capital do Chile.

Já de Santiago, pegue outro voo direto para Calama, já que essa é a opção mais rápida e conveniente.

E como comentei, Calama é a cidade mais próxima de San Pedro de Atacama e a porta de entrada para o deserto.

De Calama, você pode alugar um carro ou contratar um transfer para os 100 km finais até San Pedro de Atacama.

No nosso caso, optamos pelo transfer da Civitatis e foi tudo muito tranquilo. Então, já fica a dica!

Por fim, caso você esteja vindo da Bolivia, consulte as nossas dicas sobre como chegar ao Atacama partindo de Uyuni.

 

Quando ir ao Deserto do Atacama? E quantos dias ficar?

O Deserto do Atacama pode ser visitado durante todo o ano, mas cada estação oferece uma experiência única.

No verão (dezembro a fevereiro), os dias são quentes, variando entre 25°C e 30°C, com noites frescas de 15°C.

Apesar do risco de chuvas rápidas devido ao “invierno altiplánico”, é uma boa época para aproveitar os dias longos e a intensidade das cores nas formações rochosas.

No outono (março a maio), as temperaturas são mais amenas, entre 18°C e 25°C, com noites frescas de cerca de 10°C. Essa estação é menos movimentada, ideal para quem busca tranquilidade e paisagens verdes.

A primavera (setembro a novembro) é similar ao outono, com temperaturas confortáveis e pouca chuva, tornando-a perfeita para atividades ao ar livre e fotografia.

O inverno (junho a agosto) é marcado por dias amenos de 15°C a 20°C e noites muito frias, abaixo de zero. É a melhor época para observação das estrelas, graças ao céu claro e seco.

Além do mais, para aproveitar o Deserto do Atacama, recomenda-se uma estadia de 4 a 7 dias. Em 4 dias, é possível visitar as principais atrações do Atacama.

Mas, com 7 dias, você pode incluir passeios exclusivos como o Salar de Uyuni na Bolívia, garantindo uma experiência completa e inesquecível.

Por fim, para mais detalhes, consulte nossas dicas sobre quando ir ao Deserto do Atacama e quantos dias ficar!

 

Onde se hospedar em San Pedro de Atacama?

Calma, estamos quase chegando na parte sobre o que fazer no Deserto do Atacama, mas antes é importante saber sobre onde ficar no Deserto do Atacama!

Aliás, se você é um viajante econômico como eu, já confira também os 10 hostels baratos em San Pedro de Atacama!

Mas, para resumir, seguem as nossas principais indicações de hospedagem na região!

Para quem busca economizar recomendo: o Hostel Copart, a Casa Voyage Hostel, o Anka Hostel e o Hostal Tulvak Atacama

Porém, caso a sua ideia seja algo mais confortável e com diversas comodidades, as melhores opções são: o Our Habitas Atacama, o Hotel Diego de Almagro, o Hotel La Casa de Don Tomás e o Explora Atacama.

Por fim, é importante lembrar do IVA chileno (Imposto sobre Valor Agregado).

Esse é um imposto aplicado às tarifas de hotéis e outros tipos de acomodações turísticas. Sendo que a alíquota do IVA no Chile é de 19%.

No entanto, turistas estrangeiros que apresentam um passaporte válido e pagam a estadia em moeda estrangeira (dólares americanos, por exemplo) ou com o cartão de crédito estão isentos deste imposto.

 

O que fazer no Deserto do Atacama: Principais passeios

Agora que você já sabe todos os pontos importantes para planejar a sua viagem para o Chile, chegou a hora de saber o que fazer no Deserto do Atacama!

 

1- Valle de La Luna

valle de la luna por do sol deserto do atacama

O Valle de La Luna, localizado no Deserto do Atacama, Chile, é conhecido por suas formações rochosas e terrenos que lembram a superfície lunar. Ou que lembravam quando o lugar foi batizado!

O terreno é esculpido por milênios de erosão, resultando em uma variedade de texturas e formas geológicas, incluindo dunas de areia e cavernas de sal.

Esse passeio é uma ótima opção para quem acabou de chegar ao Atacama e pretende se ambientar com a altitude.

Além disso, o tempo de caminhada do passeio é de apenas 1 horinha em terreno seco e na maior parte do caminho, plaino. E a trilha é considerada de leve a moderada!

A única coisa que é preciso ficar atento é a altitude de 2400 metros do nível do mar. Portanto, é melhor estar descansado e hidratado.

Outro ponto importante, é que indico que você agende o seu passeio para o período da tarde para aproveitar também o por do sol.

Alguns roteiros combinam o tour clássico do Deserto do Atacama (Cordillera del Sal, Duna Mayor, 3 Marias, Teatro e Mirador) com o Valle de la Muerte!

Mas, no nosso caso só fizemos o roteiro clássico, que já contava com café da tarde.

Por fim, se você quer contratar o mesmo passeio que eu contratei, basta consultar a disponibilidade e fazer a sua reserva no site oficial da Civitatis!

 

2- Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

piedras rojas deserto do atacama

Outro passeio que não pode ficar de fora na sua listinha do que fazer no Deserto do Atacama é o passeio das Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas.

O tour dura o dia todo e costuma sair bem cedinho, por volta das 7h da manhã. Então, já inclui também café da manhã e almoço!

Já o roteiro passa pelo Tropico de Capricórnio, Mirador de Piedras Rojas, Lagunas Altiplânicas (Miscanti e Meñiqui) e pela Laguna Chaxa.

A trilha pelas Piedras Rojas é bem tranquila, apesar de ser de aproximadamente 1:45h, o terreno é demarcado e plaino.

Gostei muito desse passeio, inclusive ficando nos meus top 3 do Atacama, então com certeza indico para os leitores do Blog Mundo Viajante!

E caso você queira contratar o mesmo passeio que eu contratei, já sabe né? Basta consultar a disponibilidade e fazer a sua reserva no site oficial da Civitatis!

 

3- Laguna Cejar ou Lagunas Escondidas

laguna cejar deserto do atacama

Tanto a Laguna Cejar quanto as Lagunas Escondidas oferecem o mesmo tipo de passeio, onde através de águas super salgadas é possível flutuar sem esforço.

A diferença entre elas é a infraestrutura, que na Laguna Cejar é melhor, já que conta com duchas e banheiros.

Outra diferença entre elas é que as Lagunas Escondidas, também chamadas de Baltinache ,são diversas lagunas pequenas no meio do deserto.

Enquanto, a Cejar é apenas uma laguna grande. Mas, ambas tem um visual muito característicos do Atacama, com a paisagens dos vulcões no fundo.

Tudo isso, mais um café da tarde, com direito a snacks e bebidas quentes e frias.

Já sobre o tempo de cada passeio, os dois tem duração de 3 a 4 horas no total, mas você só pode ficar dentro da lagoa por no máximo 1 hora.

Além disso, é importante lembrar que os visitantes só podem passar protetor solar e repelente 2 horas antes do passeio.

E que você não deve mergulhar de cabeça nessas lagunas, do contrario você corre o risco de ficar extremamente queimado pelo sol.

Gostamos muito de conhecer a Laguna Cejar, então com certeza indicamos que você adicione na sua lista do que fazer no Deserto do Atacama!

Por fim, para consultar a disponibilidade, valores e o que mais possa interessar, basta acessar aqui: Laguna Cejar e Lagunas Escondidas!

 

4- Tour Astronômico

tour astronomico no deserto do atacama

O Deserto do Atacama tem um dos céus mais claros do mundo, perfeito para um tour astronômico.

Este passeio noturno inclui uma explicação detalhada do céu e dos astros com telescópios para observar estrelas, nebulosas e constelações.

Mas, é importante ficar atento as fases da lua para aproveitar ao máximo essa experiência! Então, indico que consulte nossas dicas extras sobre o tour astronômico!

Já a duração do passeio é de aproximadamente 4 horas e o horário de saída varia diariamente. Mas, fique tranquilo você será avisado sobre isso com antecedência.

Por fim, indicamos o tour astronômico da Civitatis, que já inclui transporte, snacks e bebidas quentes. Além, é claro, da facilidade do pagamento parcelado em reais!

 

5- Geysers del Tatio

geysers el tatio deserto do atacama
Fonte: Pixabay

Os Geysers del Tatio são um dos campos geotérmicos mais altos do mundo, localizados a aproximadamente 4.320 metros acima do nível do mar.

Este campo geotérmico é famoso por seus gêiseres, que são fontes termais naturais que expelem jatos de vapor e água quente para o ar.

O passeio é considerado como um dos mais diferentes da região e por isso acabam atraindo muita gente.

Por fim, vale a pena dar mais algumas dicas sobre esse passeio, a primeira delas é ir bem agasalhado, pois o passeio costuma sair entre 5:30h a 6h da manhã. Mas, a boa noticia é que já está incluso o café da manhã.

Em relação à duração do passeio, por volta de 12h você já estará de volta. Então, pode programar mais alguma atividade durante a tarde.

E para saber mais informações e reservar o seu lugar nessa aventura, já sabe que indicamos a Civitatis!

 

6- Termas de Puritama

Para finalizar as dicas do que não pode faltar no seu roteiro pelo Deserto do Atacama, indicamos o Termas de Puritama!

Essas piscinas naturais de água quente são cercadas por uma paisagem incrível.

E você pode escolher entre ir de manhã ou à tarde, mas qualquer horário é ótimo para aproveitar um banho relaxante.

Em ambos os horários você tem direito a snacks e bebidas no final, o que é perfeito né?

Por fim, consulte mais informações e faça a sua reserva com antecedência!

 

O que fazer “a mais” no Deserto do Atacama?

Como comentei antes, os passeios que listamos a pouco são os principais do Deserto do Atacama, aqueles que você com certeza irá gostar.

Mas, isso não significa que são os únicos, inclusive se você tem mais tempo, te indico dar uma olhada no nosso conteúdo sobre os 12 melhores passeios no Deserto do Atacama!

Nele listamos outras opções interessantes, como Vallecito, Valle del Arco-íris, Cabalgata, Ruta dos Salares, alem é claro, do Salar de Uyuni na Bolivia.

 

O que fazer no Deserto do Atacama em 3 dias?

Chegamos agora a um dos pontos mais interessantes, o que fazer em 3 dias no Deserto do Atacama, onde as nossas principais indicações são:

1º DIA: Laguna Cejar (manhã) + Valle de La Luna (tarde)

  • Laguna Cejar;
  • Ojos del Salar;
  • Tebinquinche;
  • Anfiteatro;
  • Duna Mayor;
  • Mina Victoria;
  • 3 Marías;
  • Mirador.

 

2º DIA: Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

  • Tropico de Capricórnio;
  • Piedras Rojas;
  • Lagunas Altiplânicas;
  • Socaire;
  • Laguna Chaxa.

 

3º DIA: Termas de Puritama (manhã ou tarde) + Tour astronômico

  • Termas de Puritama;
  • Tour astronômico.

 

O que fazer no Deserto do Atacama em 4 dias?

Agora caso você tenha um dia adicional, indico que complemente o seu roteiro assim:

4º DIA: Geysers del Tatio (manhã) + Lagunas Escondidas (tarde)

  • Geysers;
  • Bofedales;
  • Bosque de Yaretas;
  • Vado de Putana;
  • Machuca;
  • Baltinache;
  • Cordillera de la Sal.

 

O que fazer no Deserto do Atacama em 5 dias?

Por fim, se você tem mais tempo disponível, a melhor opção é no primeiro dia apenas conhecer o Valle de La Luna para se ambientar com a altitude.

E no último dia conhecer a Laguna Cejar durante a tarde e com mais tranquilidade para aproveitar. Portanto, seria assim:

5º DIA: Laguna Cejar ou se você preferir Lagunas de Baltinache

  • Laguna Cejar;
  • Ojos del Salar;
  • Tebinquinche, ou;
  • Baltinache;
  • Cordillera de la Sal.

 

Vale a pena conhecer o Deserto do Atacama?

Se você chegou até aqui, já deve saber a resposta! Sim, com certeza vale a pena conhecer o Deserto do Atacama!

É um lugar único no planeta e você pode sentir a energia de milhares de anos em apenas um só lugar!

Além do mais, com o guia que organizamos, você pode planejar por conta própria a sua viagem, de forma simples e fácil.

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas sobre o que fazer no Deserto do Atacama. Mas, no caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário e já aproveita para me seguir no Instagram @blogmundoviajante! Beijos e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -
Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.