Passeio de Buggy em Natal: Quanto custa? Onde contratar? + Dicas

buggy na praia em Natal

Sumário

O passeio de buggy no litoral norte de Natal é uma das atividades imperdíveis para quem visita a capital potiguar.

Sendo assim, para não perder todos os detalhes sobre como funciona o passeio de buggy em Natal, quanto custa e onde contratar a atração, além da apresentação do roteiro, bem como, dicas de como fugir das ciladas, vem comigo nesse post! 

 

Como funciona o passeio de buggy em Natal?

No passeio de buggy em Natal, temos a oportunidade de explorar toda a costa norte do estado, que entrega muitas maravilhas naturais.

Na companhia de motoristas credenciados que falam nosso idioma, o passeio de buggy é a atração perfeita para família e você não pode deixar de participar!

O passeio tem como roteiro: 9 praias (Genipabu, Santa Rita, Redinha Velha, Redinha Nova, Barra do Rio, Graçandu, Pitangui, Jacumã e Múriu), 4 lagoas de água doce (Jenipabu, Pitangui, Pratagy e Jacumã) 5 parques de dunas fixas e moveis (Genipabu, Graçandu, Pitangui, Dunas Douradas e Jacumã).

Já a duração média da atividade é de 7 horas e começa logo cedo, lá pelas 8h30 da manhã, quando o bugueiro busca os passageiros no hotel.

Confira também: O que fazer em Natal?  

 

Quanto custa o passeio de buggy em Natal?

O passeio de buggy em Natal possui valores bem acessíveis por pessoa e crianças com menos de 5 anos não podem participar do tour.

Além disso, nesse valor, já está incluso o buggy, o guia e o motorista e, você ainda pode finalizar sua compra, consultar o valores exatos, ver disponibilidade, tirar dúvidas e efetuar o pagamento clicando aqui.

Confira também: Passeio nos Parrachos de Maracajaú  

 

Onde contratar o passeio de buggy em Natal?

Existem duas possibilidades, presencialmente ou online, na primeira delas para aqueles que estão em Ponta Negra a melhor opção é andar pela orla e conversar com as agências de turismo localizadas ali.

Já para quem busca confiança, agilidade e cancelamento grátis, indicamos que reserve o seu passeio de buggy em Natal pela Civitatis. Assim, como nós do Blog Mundo Viajante!

Confira também: O que é a Civitatis? Como funciona? É seguro?

 

Roteiro do passeio de buggy em Natal?

Vimos que, o passeio de buggy é uma atração imperdível, pois te leva para o litoral norte, uma das regiões mais bonitas de Natal!

 

1. Praia da Redinha: A primeira parada do passeio de buggy

passeio de buggy em Natal

Como comentamos o passeio de buggy em Natal se inicia às 8:30 quando o bugueiro busca os turistas no hotel.

Depois, seguimos pela orla de Natal sentido norte, passando pelas principais praias centrais de Natal: Praia do Pinto, Praia de Areia Preta, Praia dos Artista e Praia do Forte.

Porém, nossa primeira parada aconteceu na Praia da Redinha, onde os buggys param para tirarmos fotos em frente a principal ponte de Natal.

A vista é realmente linda e vale a pena passar uns 10 a 15 minutos apreciando a paisagem.

 

2. Aquário de Natal: A visita opcional em Natal

Ainda na Praia da Redinha, é possível visitar o Aquário de Natal, cuja entrada não está incluída na contratação do passeio, por isso, ela deve ser paga a parte por cada visitante.

Durante a visita, podemos conhecer e admirar cerca de 60 espécies de animais diferentes, incluindo pinguins. É muito divertido e você pode fazer boas fotos!

 

3. Dunas móveis de Genipabu: Aventura no passeio de buggy em Natal

buggy na praia em Natal

O passeio continua pelas famosas Dunas móveis de Genipabú, que são um verdadeiro paraíso desértico.

E o bugueiro no geral pergunta se os turistas querem com ou sem emoção (sim, você tem a opção de escolher) e claro que nós fizemos com emoção!

A opção com emoção, consiste em manobras que o bugueiro faz que são um pouco mais radicais pelas dunas de areia, já o passeio sem emoção é bem mais calmo e tranquilo, até chegar aos pontos de parada.

 

4. Lagoa Jenipabu: Uma das paisagens mais bonitas do passeio

lagoas em natal rn A segunda parada do passeio de buggy em Natal acontece na Lagoa de Jenipabu – com “J” – onde podemos fazer fotos da vista e do letreiro.

Para além das vistas espetaculares, da combinação entre o mar, essa lagoa possui 1.170 hectares de interminável areia branca.

Além disso, nesse ponto terão inúmeros moradores locais que tentam ganhar uns trocados oferecendo fotos icônicas de perspectiva, ou seja, com brinquedinhos de dinossauros ou de super-heróis.

Mas, optei por ficar com as minhas próprias fotos tradicionais e aproveitei apenas para já comprar uma água de coco bem geladinha.

Aqui é onde ficam os famosos dromedários, onde é possível andar neles e tirar algumas fotos desse momento. Porém, acabei dispensando esse atrativo por sentir pena dos animais.

 

5. Santa Rita e Praia da Barra do Rio: Atravessando de balsa

passeio de buggy em Natal

Seguimos mais uns 20 minutos pelas dunas de Natal e chegamos na Praia de Santa Rita. Ela também é muito bonita e possui muitas pedras que fazem a praia ser perigosa e imprópria para banho.

E seguida, chegamos na Barra do Rio, onde é necessário atravessar de balsa até o lado contrário para dar prosseguimento ao passeio.

Já a Praia da Barra do Rio oferece um ambiente supertranquilo e de grande extensão.

Como características, aqui encontramos areia clara, mar azul com águas transparentes que são tão calmos que mais parece uma lagoa.

Confira também: Passeio pelo litoral sul de Natal

 

7. Praia e Dunas de Graçandu: Oásis no Rio Grande do Norte

dunas de areia em Natal

Apesar de ser pouco conhecida pelos turistas, a Praia de Graçandu também é supertranquila e vai deixar os dias de sol mais especiais pelo litoral norte do estado.

Aqui, encontramos uma boa faixa de areia clara, mar calmo com pequenas ondas e vegetação rasteira que também é uma excelente opção de banho tanto para crianças quanto para idosos.

Já as Dunas de Graçandu ficam próximas das dunas de Pitangui ao norte de Natal, sendo até difícil saber onde começa uma e termina a outra.

De qualquer forma, esse é um destino que você não pode perder!

 

8. Lagoa e Dunas Pitangui: Uma das paradas mais divertidas do passeio de buggy em Natal

lagoas em natal rn

Após realizar a travessia pelas dunas, seguimos em direção a famosa Lagoa Pitangui, onde a parada é de 40 minutos.

Nesse ponto podemos conhecer brevemente as barraquinhas de artesanato, comer alguma coisa e ainda, mergulhar na lagoa de Pitangui.

E, logo menos, apresentaremos mais detalhes dessa atração, já que, visitamos pessoalmente.

Este é um cenário muito bonito de se ver e que renderá ótimas fotos para você!

Em resumo, o local é uma delícia e vale a pena voltar com mais tempo para passar a tarde. Após 40 minutos voltamos para o buggy e demos prosseguimento ao passeio.

 

9. Dunas Douradas: O cartão postal para os amantes das novelas da Globo

Dunas Douradas em Natal

Já viu a novela o Clone ou Dalila e Sansão? Algumas cenas dessas novelas foram gravadas nas Dunas Douradas de Natal. E faz todo sentido, já que elas são espetaculares e parecidas com as dunas peruanas.  

 

10. Lagoa Rio Pratagy: Parada extra do passeio de buggy em Natal

lagoas em Natal

Após o passeio nas Dunas Douradas, vamos para a próxima parada do roteiro: A Lagoa do Rio Pratagy.

Essa é uma parada que nem sempre esta inclusa nos roteiros tradicionais do passeio de buggy em Natal.

A Lagoa do Rio Pratagy é conhecida pelo seu encontro do rio com o mar, mas na verdade ela apenas desagua na Praia de Pitangui.

Nessa lagoa ficamos por 40 minutos, o local é simples e agradável, com várias redes na água.

Aqui provamos os famosos espetinhos de lagosta de Natal acompanhados com uma caipirinha de ciriguela bem gelada.

Vale a pena ir nessa lagoa passar um fim de tarde em Natal, principalmente para quem gosta de lugares menos movimentados.

 

11. Lagoa Jacuma: Diversão e aventura no passeio de buggy em Natal

tirolesa em Natal - Lagoa Jacumã

Após curtir a Lagoa Pratagy, seguimos em direção a mais uma lagoa de Natal: A Lagoa Jacuma.

Na Lagoa de Jacuma é onde os famosos esportes de Skibunda, Aerobunda e Kamisase acontecem.

No Skibunda é utilizado uma prancha para escorregar sobre as dunas até a lagoa, nesse esporte a pessoa irá sentada e com as mãos para trás, sentindo as dunas enquanto desce.

Como não sei nadar pedi para usar o colete salva vidas e mesmo assim avisei o rapaz que fica na lagoa para me ajudar a sair da água no final.

Já no Kamicase existe uma lona sobre as dunas, então a pessoa irá se deitar sobre uma prancha e deslizará pela lona. Achei bacana, mas no fim não participei do kamikaze.

Por fim, a tirolesa que também cai na água da Lagoa de Jacumã é chamada de Aerobunda.

 

12. Passagem pela praia Porto Mirim e divisa de Múriu

Após as atividades de aventura, fomos pela orla de Porto Mirim até chegar na divisa da Praia de Múriu.

Chegando em Múriu temos a parada de 1 hora para o almoço com a opção de rodízio de frutos do mar ou comida à la carte.

Sinceramente, os preços em ambos os restaurantes são abusivos e não condizem com os preços praticados no restante de Natal.

Acabei não almoçando, já que havia petiscado no caminho e logo que cheguei em Ponta Negra fui comer por um preço justo.

Confira também: Voo de Parasail em Natal

 

Onde ficar hospedado em Natal?

Vimos que os bugueiros buscam os turistas no hotel para facilitar a locomoção, recomendamos que você conheça as opções:

  • Golden Tulip: Está localizado em Ponta Negra e possui as suítes mais em conta, num estilo moderno.
  • Hotel Sol Nascente: Uma hospedagem beira mar que oferece varandas com vista belíssima da praia (apenas alguns quartos).
  • Kristie Resort: Proporciona fácil acesso a Praia de Ponta Negra e oferece ótimas comodidades aos hóspedes, em especial a piscina ao ar livre!

 

  Além disso, para conhecer outras boas indicações do Booking, não deixe de ler o post sobre onde se hospedar em Natal.

 

Qual a melhor época para conhecer Natal? E quantos dias ficar?

A melhor época para viajar para Natal vai de agosto a novembro, quando chove menos, faz sol e a cidade está mais vazia.

Além disso, se você só tem as férias de janeiro para viajar, Natal continua sendo um bom destino, mesmo sendo o período de superlotação da cidade.

No entanto, com relação ao tempo de permanência na região, é recomendado pelo menos 2 ou 3 dias para aproveitar as atrações principais, incluindo o passeio de buggy em Natal.

 

Como fugir das ciladas no passeio de buggy em Natal?

  • Não almoce nos restaurantes de Múriu, a menos que queira pagar 3x mais no preço normal para um almoço em Natal.
  • Caso se interesse pelas fotos na Lagoa de Jacumã, negocie o valor.
  • Escolha um bugueiro credenciado pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), ou seja, cheque a foto dele no cartão, a placa vermelha do veículo e o adesivo com o sol no buggy (símbolo do Rio Grande do norte).
  • A Lagoa do Rio Pratagy e a Cachoeirinha do Pitangui no geral não estão inclusas no itinerário.
  • O Aquário de Natal faz parte do roteiro do passeio, mas a entrada é opcional. Se você quer saber mais sobre como aproveitar a tarde no Aquário de Natal, confira a experiência do Blog D&D Mundo Afora.
  • Tome um excelente café da manhã no dia do seu passeio e leve um remédio para enjoo e/ou dor de cabeça caso você seja sensível ao sol.
  • Lembre-se de passar muito protetor solar antes e depois de entrar na água.
  • Não esqueça de câmera fotográfica, carregador portátil, celular, biquíni, saída de banho, óculos escuros e toalha.

 

Outras dicas sobre Natal e região

 

Vale a pena fazer o passeio de buggy em Natal?

Com certeza! Afinal de contas, o passeio de buggy em Natal é a alternativa perfeita para você conhecer os maiores e mais belos cenários do litoral norte.

Por fim, esperamos que tenha gostado do nosso post sobre como fugir das ciladas no passeio de buggy em Natal e não deixe de seguir o @blogmundoviajante no Instagram.

Mas se você ainda tem dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário, ficaremos felizes em responder. Beijos da Iza e até a próxima!

10 respostas

  1. Oi,tudo bem ?

    Gostei bastante do post, pois é um passeio divertido e muito bacana de fazer, meus sobrinhos foram e adoraram e rendeu muitos risos. ótima indicação e as fotos ficaram lindas.

  2. Quanta foto linda, que lugar lindo!
    Vou compartilhar teu post com minha família.
    Minha Prima, uma vez, caiu numa cilada. Pagou 200 reais para um homem e o homem sumiu.
    Posts como o teu são muito úteis, ir com indicação é a melhor coisa.
    Obrigada! Beijos

  3. Que lugares maravilhosos! Sempre que venho no seu blog vejo lindas fotos. Eu nunca andei de buggy, mas gostaria muito de fazer esse passeio e conhecer lugares incríveis.
    Beijos,
    Paloma Viricio💙💫

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -
Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.