Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Trilhas e cachoeiras

parque nacional chapada dos veadeiros trilhas e cachoeiras

Sumário

Se você está procurando tudo sobre o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, principalmente em relação às trilhas e cachoeiras, saiba que chegou ao post certo!

Localizado no estado de Goiás, entre os Municípios de Alto Paraíso, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João d’Aliança, o Parque Nacional se transformou em um dos locais mais famosos do cerrado.

O que inclusive faz todo o sentido, já que em 2001 a região foi considerada Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO.

E apesar de já termos exaltado diversas belezas da Chapada dos Veadeiros, como a Cachoeira Santa Barbara, Vale da Lua e as Almecegas I e II. Hoje falaremos com exclusividade sobre as trilhas e cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Como chegar?

Situada a 230 km de Brasília, a Chapada dos Veadeiros é considerada como uma das regiões mais encantadoras do Centro Oeste.

E antes de darmos todas as dicas sobre trilhas e cachoeiras da região, vamos resumir como chegar a Chapada dos Veadeiros, em especifico no Parque Nacional.

Sendo assim, a primeira etapa para chegar ao destino, é ir até Brasília de avião e de lá fazer uma viagem de carro até uma das regiões: Alto Paraíso de Goiás, São Jorge ou Cavalcante.

A Chapada como um todo tem inúmeras atrações espalhadas entre essas três principais regiões, mas o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica na Vila de São Jorge.

Dito isso, se você assim como nos do Blog Mundo Viajante, está vindo de fora do estado e pretende alugar um carro, indicamos a RentCars.

CONFIRA TAMBÉM: 10 MELHORES HOTEÍS PRÓXIMOS AO AEROPORTO DE BRASÍLIA

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Quanto custa os ingressos e onde comprar?

O valor dos ingressos para visitar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, pode mudar de acordo com alguns fatores, principalmente com relação a sua nacionalidade e local de residência, observe:

  • Visitantes Estrangeiros: R$ 40
  • Visitantes Estrangeiros Mercosul: R$ 30
  • Visitantes Brasileiros: R$ 20
  • Visitantes Moradores do Entorno: R$ 4

A compra do ingresso para visitar as cachoeiras e trilhas do Parque da Chapada dos Veadeiros deve ser feita diretamente na bilheteria do Centro de Visitantes.

Por fim, vale a pena ressaltar que se você chegar ao parque depois das 12h, terá que pagar R$ 30 pela van de acesso a Trilha dos Saltos (amarela). (Referência: Out/2022)

E a razão para isso é bem simples, já que após as 12h os visitantes não conseguem percorrer os 11 km da Trilha dos Saltos antes do anoitecer.

E, portanto, ao pegar a van os visitantes caminham apenas 4,5 km no total, ou seja, conseguem finalizar a trilha antes das 18h.

CONFIRA TAMBÉM: EXCURSÃO DE 1 DIA NA CHAPADA DOS VEADEIROS SAINDO DE BRASÍLIA

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Funcionamento?

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é o principal atrativo do Centro-oeste do Brasil, onde é destino perfeito para conhecer algo diferente além dos destinos praianos.

Por isso, saber como ele funciona é fundamental para programar uma viagem completa e divertida pela região, não é mesmo?

Pois bem, saiba que o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros funciona das 8h às 18h diariamente.

No entanto, os visitantes só podem iniciar as trilhas até às 12h, para que tenham tempo suficiente para concluir o trajeto antes do anoitecer.

Chegando ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros dirija-se ao Centro de Visitantes, para fazer o seu cadastro, pagar os ingressos e obter mais informações.

Por fim, a exceção à regra é a Travessia das Sete Quedas, onde são 23 km de caminhada durante 2 a 3 dias. Sendo assim, é necessário medidas previas que podem ser consultadas diretamente no site do Parque Nacional.

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Quando ir?

Claro que o Parque Nacional pode ser visitado durante o ano todo, mas a melhor época para se visitar a Chapada dos Veadeiros é entre os meses de maio a setembro, antes da temporada de chuvas.

Já os meses seguintes, de novembro a março, os visitantes correm o risco de algumas trilhas estarem fechadas devido a perigo de trombas d’água.

Por fim, temos abril e outubro, considerados meses intermediários entre o período de chuva e secas, portanto, sendo opções interessantes para quem busca um meio termo.

CONFIRA TAMBÉM: Roteiro Chapada dos Veadeiros de 1, 3, 5 e 7 dias

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Trilhas

Se você acompanha o Blog Mundo Viajante, já deve ter visto por aqui que os principais atrativos do Parque Nacional, são suas belíssimas cachoeiras e trilhas.

parque nacional chapada dos veadeiros trilhas

Então, para começar nossa imersão em meio ao cerrado, que tal conhecer de pertinho as principais trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros?

Lembrando que todas as trilhas são sinalizadas por setas coloridas, e, portanto, são autoguiadas.

 

1- Trilha da Seriema (Setas azuis)

A Trilha de Seriema é uma das mais curtas, contendo apenas 850 metros de distância (contando ida e volta), o que pode ser facilmente concluída em 30 minutos.

Além disso, ela é autoguiada pelas setas azuis e possui dificuldade leve, sendo recomendada para pessoas com dificuldade de locomoção, como idosos, crianças e mulheres grávidas.

Por fim, a Trilha da Seriema dá acesso ao Córrego Preguiça, um rio intermitente onde é possível tomar banho em pequenos poços e cachoeiras na época das chuvas.

Aliás, é importante lembrar que na época de seca não faz sentido conhecer o córrego.

 

2- Trilha dos Saltos (Setas amarelas)

A Trilha dos saltos é a mais popular e percorre terrenos bastante íngremes e com muitas pedras, por isso, a trilha possui dificuldade moderada a difícil.

O trajeto contempla áreas de antigos garimpos de cristal de quartzo e dá acesso aos seguintes atrativos:

Para seguir por essa trilha autoguiada, siga as orientações das setas amarelas e caminhe por aproximadamente 11 km (contando ida e volta).

Todo o percurso, pode ser concluído em 6h ou 7h, dependendo do tempo em que o visitante permanecer nos atrativos.

E lembre-se que se você quer fazer os 11 km caminhando você precisa chegar antes das 12h no Parque Nacional. Do contrario, terá que pagar pelo transporte de van, para finalizar a trilha antes do anoitecer.

 

3- Trilha dos Cânions (Setas vermelhas)

A Trilha dos Cânions é longa, com aproximadamente 12 km de extensão (contando ida e volta), e, portanto, tem duração estimada de 4h a 6h no total.

Contudo, ela é considerada como moderada, já que o solo é menos íngreme em comparação a trilha amarela.

Já em relação ao percurso, são cerca de 5 km de caminhada até os Cânions II e mais 1 km até a Cachoeira Carioca, as principal atração da trilha vermelha.

Sendo assim, se você já fez a trilha amarela e quer uma segunda opção, indicamos a Trilha dos Cânions.

 

4- Travessia das 7 quedas (setas laranjas)

Por fim, temos a Travessia das 7 quedas, indicadas pelas setas laranjas. Essa trilha é aberta somente no período das secas, de junho a outubro e requer pernoite acampamento do Parque.

Isso porque, a trilha é feita em 2 ou 3 dias, onde, no primeiro dia, caminhamos por aproximadamente 17 km e o segundo dia, por mais 6 km, totalizando um percurso com pouco mais de 23 km.

Sendo assim, para concluí-la, é necessário acampar no local, e por isso, a trilha é considerada de nível pesado.

DICA DE OURO: GUIA DE BOLSO SOBRE A TRAVESSIA DAS 7 QUEDAS

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Cachoeiras

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é composto por incríveis cachoeiras que apresentam muita beleza em suas quedas d’água.

parque nacional chapada dos veadeiros cachoeiras

Dentre elas, temos as atrações de cada trilha mencionada por aqui, onde levam a diferentes paraísos, dos quais podemos citar: Cânions II, Cachoeira das Corredeiras, Cachoeira do Carrossel, Cachoeira dos Saltos, Cachoeira das 7 quedas e Cachoeira Carioca.

 

5- Cachoeira da Trilha da Seriema (Setas azuis)

Seguindo as setas azuis, encontramos o paraíso em meio a Trilha de Seriema, que nos leva direto a incríveis atrações.

Por aqui, podemos aproveitar o Córrego Preguiça, um rio intermitente e também, tomar banho em pequenos poços na época de cheia.

 

6- Cachoeiras da Trilha dos Saltos (Setas amarelas)

Na Trilha dos Saltos, indicada pelas setas amarelas, a primeira parada é no famoso Mirante dos Saltos, uma queda d’água de 120 metros, que possui um visual belíssimo. Mas, só podemos avistar ao longe, pois o mergulho é proibido.

Em seguida, a 800 metros dali está a Cachoeira do Garimpão, também conhecida como Cachoeira do Salto de 80m, onde é permitido mergulhar.

Logo após, temos a Cachoeira do Carrossel, recém-inaugurada no Parque Nacional, mas que conta com um lindo mirante e um o poço.

Aliás, é importante comentar que só é permitido acessar o poço e a Cachoeira do Carrossel em épocas de seca – junho a novembro – para evitar acidentes com as trombas d’água.

E para finalizar a Trilha dos Saltos, o último ponto de parada é nas Corredeiras do Rio Preto, um ótimo local para ficar o máximo de tempo possível, já que as águas nesse trecho são realmente tranquilas.

 

7- Cachoeiras da Trilha dos Cânions e Carioca (Setas vermelhas)

Já na Trilha dos Cânions, temos as Cachoeiras da Carioca e Cânions II. Ótimas opções para quem já conhece as cachoeiras da Trilha dos Saltos.

A primeira parada da trilha é na Cachoeira Carioca, que inclusive conta com varias bicas de água. Em seguida, a apenas 800 metros, os visitantes chegam ao Cânion II.

O lugar é simplesmente espetacular e conta com vários pontos para fotos e mergulho nas piscinas naturais, tanto que são consideradas como umas das cachoeiras mais bonitas da Chapada dos Veadeiros.

 

8- Cachoeiras da Travessia das 7 quedas (setas laranjas)

Aberta desde 2013 a Travessia da Sete Quedas é indicada principalmente para quem já tem experiência em trilhas.

Pois, como comentamos anteriormente o tempo de caminhada é de 2 a 3 dias, onde os visitantes acampam dentro do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Onde, os visitantes a conhecem os Cânion I e diversos pontos para mergulho. E por fim, a uma pequena cachoeira chamada de Cachoeira das 7 quedas.

 

Roteiro de 3 dias no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Como vimos, há muito a se fazer pelo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e arredores. Então, que tal ter um roteiro de 3 dias sobre o que fazer na região?

1º dia – Roteiro da Chapada dos Veadeiros

2º dia – Roteiro da Chapada dos Veadeiros

  • Trilha dos Saltos

3º dia – Roteiro da Chapada dos Veadeiros

  • Trilha dos Cânions

 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: Dicas?

Como pudemos observar até aqui, as trilhas da Chapada dos Veadeiros exigem um pouco de condicionamento físico.

Então, para tornar essa experiência ainda mais agradável pelo cerrado brasileiro, que tal algumas dicas fundamentais que podem ajudar na caminhada?

Sendo assim, veja algumas dicas sobre o que levar para as trilhas, além de um resuminho básico sobre as regras do parque.

Depois, faça um check-list com tudo o que for necessário, certificando-se de que não esqueceu nada.

 

O que levar/usar na Chapada dos Veadeiros?

  • Tênis
  • Shorts ou legging
  • Blusa uv
  • 2l de água
  • Lanchinhos
  • Protetor solar
  • Boné/chapéu
  • Óculos de sol
  • Biquini
  • Toalha

 

Regras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros?

Além disso, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros possui algumas regras que são fundamentais para a sua segurança.

Dentre elas, ressaltamos:

  • Mantenha-se na trilha e não colete flores, animais ou pedras;
  • Traga todo seu lixo de volta, inclusive restos de comida;
  • Observe as condições climáticas dos dias da sua visita;
  • Não monte sua barraca próxima ao rio: existem espaços delimitados para isso nas áreas de acampamento;
  • O Parque não possui serviço de resgate, então, não se arrisque!
  • Caso você não tenha experiência, não se arrisque sozinho, contrate um guia local para auxiliá-lo e enriqueça sua experiência aprendendo mais sobre a biodiversidade, geografia e culturas regionais.

CONFIRA TAMBÉM: MELHORES RESTAURANTES NA CHAPADA DOS VEADEIROS

 

Onde se hospedar na Chapada dos Veadeiros?

Claro que não podíamos encerrar esse post sem mencionar algumas incríveis opções de hospedagens para curtir a Chapada dos Veadeiros.

Sendo assim, por aqui nós indicamos se hospedar nas três principais regiões que proporcionam fácil acesso ao Parque.

Dessa forma, você pode escolher com calma a sua opção favorita, são elas:

Alto Paraíso, que é a mais movimentada entre na região da Chapada dos Veadeiros e por isso, encontra grande oferta de pousadas, restaurantes e comércio, o que atrai especialmente os turistas que buscam por mais conforto e infraestrutura na viagem.

Vila São Jorge, onde está localizada a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e como um todo a região é bem calma, por isso, é o ambiente perfeito para quem busca por muita tranquilidade, descanso e contato com a natureza.

E por fim, Cavalcante, a cidade mais afastada e monótona da Chapada dos Veadeiros. Mas que também oferece aos turistas a trilha de acesso as Cachoeiras Santa Barbara, Candaru e Capivara.

Então, para ter detalhes complementares sobre as melhores opções de hospedagens em cada região, não deixe de conferir nossa postagem sobre onde ficar na Chapada dos Veadeiros.

Mas, para resumir de forma simplificada, as melhores pousadas na Chapada dos Veadeiros são:

 

Afinal, vale a pena conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros?

Com certeza, afinal de contas, como vimos ao decorrer do texto, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é um paraíso por si só e tem muito a oferecer aos turistas.

Além disso, toda a Chapada dos Veadeiros merece ser visitada, pois entregam muitas emoções, incríveis experiência e claro, boas recordações a todos que a visitam.

Sendo assim, programe seu roteiro completo pelo cerrado brasileiro e divirta-se em meio às maravilhas naturais, você certamente vai se encantar por este lugar!

Chegamos ao fim das nossas dicas sobre as trilhas e cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Mas, caso você tenha dúvidas ou sugestões, deixe no seu comentário ou mande uma mensagem do direct do Instagram @blogmundoviajante.

8 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -
Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.