Trilha autoguiada do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

prainha chapada dos guimaraes

Sumário

Continua após a publicidade..

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é o principal cartão postal da região. E não é pra menos, já que o local conta com paisagens espetaculares e cachoeiras maravilhosas.

Continua após a publicidade..

Então, que tal fazer uma trilha autoguiada pelo Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Dessa forma, você pode conhecer os paraísos e mistérios que a região tem a esconder em forma independente.

Portanto, se você deseja conhecer mais sobre o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, com dicas exclusivas, vem com a gente!

Onde fica? E como acessar o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Localizado a apenas 70 km de Cuiabá, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é bem acessível.

Sendo assim, a melhor forma de locomoção até o parque é de carro, o que também proporciona conhecer outras cidades cuiabanas e assim, fazer um roteiro completinho.

Nesse caso, se você vem de fora do estado indicamos alugar um carro com a RentCars, um dos principais parceiros do Blog Mundo Viajante.

Inclusive na nossa viagem pela região fizemos nossa reserva com eles pelo melhor preço e com cancelamento grátis.

Já para quem prefere conhecer a região de forma segura, mas sem carro, a melhor opção é contratar uma excursão de bate e volta saindo de Cuiabá.

Nesse caso, nossa dica só poderia ser a Civitatis, que oferece o melhor preço e condições de parcelamento exclusivas. Onde nesse caso, indicamos o passeio de Cuiabá para Chapada dos Guimarães com almoço, guia turístico e transporte.

Por fim, se você pretende viajar para Chapada de ônibus, basta ir até a pequena rodoviária do centro da Chapada e de lá pegar algum ônibus local que passe em frente a entrada do parque nacional.

Porém, já adiantamos que o transporte é bastante precário, e, portanto, é necessário bastante planejamento.

O que é? E como funciona a trilha autoguiada?

Basicamente uma trilha autoguiada é aquela que não necessita obrigatoriamente de guia turístico, ou seja, você está livre para escolher como viver essa aventura.

Na maioria das trilhas autoguiadas, os caminhos são demarcados e principalmente sinalizados. O que facilita muito para quem está começando a ser “trilheiro”.

E como já comentamos em outros posts, a maioria dos passeios da Chapada dos Guimarães a contratação de guia turístico é obrigatório.

Com exceção de alguns, como no caso do Circuito de Cachoeiras do Parque Nacional demarcado pelo ICMBIO. Mas, lembre-se não é todo o parque nacional, e sim, apenas esse circuito que é autoguiado.

Mas, também existem alguns visitantes que preferem contratar um guia turístico mesmo nas trilhas autoguiadas, nesse caso, indicamos que contrate o seu guia aqui.

Confira também: O que fazer na Chapada dos Guimarães?

Qual a dificuldade da trilha do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

A trilha autoguiada do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães possui dificuldade moderada e por isso, não é indicada para crianças com menos de 11 anos.

Todo o percurso dura de 4h a 5h por isso, você precisa ter disposição para fazer o tour, descanse bem e chegue cedo.

Inclusive, vale a pena comentar que para fazer o percurso guiado é necessário chegar na entrada da trilha até as 12h. Após esse horário, não é autorizado a entrada de visitantes, já o percurso precisa ser finalizado antes das 17h.

Por fim, é importante comentar que para visitar o famoso Véu de Noiva, não é necessário percorrer a trilha, já que o mirante de contemplação fica logo após a entrada do parque nacional.

Qual a melhor época para visitar o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Se você não se incomoda com tanto calor (inclusive para fazer trilhas), já indicamos dar preferência para visitar o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, principalmente entre os meses de maio a setembro.

Durante essa época, as temperaturas são mais amigáveis e as cachoeiras costumam estar em sua capacidade máxima, o que significa, com muita água.

Apesar disso, alguns preferem o calor do verão, o que também será incrível para se refrescar. Mas, também com mais pancadas de chuva e preços de alta temporada na Chapada dos Guimarães.

E para finalizar, indicamos que evite feriado e períodos de épocas escolares. Com certeza você irá aproveitar mais.

Confira também: Turismo no Mato Grosso – Principais cidades turísticas

Quanto custa conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Por se tratar de um atrativo público, a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é gratuita.

Sendo assim, quando os visitantes chegam ao local até as 12h, é necessário apenas fazer um check-in apresentando seu nome e documento.

Além disso, como dissemos, você pode contratar o tour guiado aqui, mas como comentamos isso é totalmente opcional.

Então, recomendamos esta opção apenas se você achar necessário ter um guia turístico para te acompanhar.

Quais são as cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

O Circuito das Cachoeiras do Parque Nacional é um percurso que vale a pena incluir em seu roteiro e para você saber por onde começar, conheça o roteiro completinho com detalhes.

1. Véu de Noiva

A Cachoeira Véu de Noiva é a principal atração do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Infelizmente, ela só pode ser contemplada (tanto da trilha, quanto do mirante), mas mesmo assim, vale muito uma visita.

véu de noiva chapada dos guimaraes

Isso porque, ela é lindíssima e você ainda tem a opção de conhecer essa atração à parte e sem precisar seguir com a trilha.

Ela possui 80 metros incríveis de queda livre e é emoldurada por um belíssimo paredão de arenito. Vale muito apena contemplar essa vista!

2. Cachoeira do Pulo

Continuando com nossa trilha autoguiada do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, temos a Cachoeira do Pulo que possui uns 3 metros de altura.

cachoeira do pulo chapada dos guimaraes

A cachoeira do Pulo recebe este nome, pois, muitos turistas saltavam do topo da cachoeira para o poço, o que infelizmente ocasionou alguns acidentes e por isso, esta ação não é mais permitida.

Mas, se você pretende curtir uma tarde tranquila e se banhar nessas águas refrescantes, saiba que vale muito a pena! Inclusive essa foi uma das nossas preferidas 😉

3. Cachoeira dos Degraus

Também conhecida como Cachoeira da Escadaria, a Cachoeira dos Degraus recebe esse nome por ter a queda d’água correndo em vários degraus.

cachoeira dos degraus chapada dos guimaraes

Ela é formada a partir do Rio Sete de Setembro que termina em uma agradável piscina natural, excelente para dar algumas braçadas e um ótimo mergulho.

Fica a dica para suas férias na Chapada dos Guimarães!

4. Prainha

A Cachoeira da Prainha é a menor queda do Circuito das Cachoeiras, mas em compensação entrega um dos maiores poços para banho, o que agrada a muitos os visitantes.

prainha chapada dos guimaraes

Além disso, as margens e o fundo do poço são formados por areia, o que nos remete a uma “mini praia”, responsável, pela origem do nome do local.

Devido a essa fama, a Cachoeira da Prainha e uma das mais procuradas pelos visitantes que pretendem relaxar dentro e fora d’água.

5. Piscinas naturais

Entre as cachoeiras Prainha e Andorinha estão localizadas 2 Piscinas Naturais do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, ambas são pequenas e tranquilas.

piscinas naturais chapada dos guimaraes

Geralmente essa não é uma das paradas preferidas dos visitantes, já que tanto a Prainha quanto a Andorinha acabam ofuscando as Piscinas Naturais.

Mesmo assim, demos uma passadinha por lá e achamos que é um lugar bastante tranquilo e que vale a pena fazer uma parada para fotos!

6. Cachoeira das Andorinhas

E como penúltima parada, temos a Cachoeira das Andorinhas, que encerra o nosso Circuito das Cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

cachoeira das andorinhas no parque nacional da chapada dos guimaraes

Essa é a última atração do tour que você pode aproveitar para tomar um banho e renovar as energias, enquanto escuta o barulho das Andorinhas que se fazem presentes em algumas épocas do ano (por isso o nome).

Com uma queda de aproximadamente 30 metros, seu visual certamente é um dos mais bonitos e você não pode deixar de conhecer!

7. Cachoeira Independência

Como ponto de parada extra, você pode incluir a Cachoeira Independência que possui apenas 2 metros. Porém, não temos muitas dicas sobre essa parada, já que não conhecemos por falta de tempo.

Aqui, você pode nadar até o costão de pedras, ou ficar de boa no poço, as duas opções são ótimas para ter uma excelente experiência natural pelo Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Por fim, depois volte aqui nos comentários para contar como foi a sua experiência conhecendo a Cachoeira Independência!

Confira também: O que fazer no Mato Grosso? – 6 Passeios imperdíveis

Outras cachoeiras para ir “sem guia” no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Já que a Chapada dos Guimarães pode ser um destino pouco independente para os visitantes, resolvemos compartilhar outras cachoeiras para ir sem guia. Dentre elas, estão: Cachoeira dos Namorados e a Cachoeirinha.

Como se preparar para conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Para que você se prepare para altas aventuras no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães e conclua o Circuito das Cachoeiras com mais facilidade, que tal algumas dicas?

Afinal de contas, por aqui você vai encontrar muito sol, calor e caminhadas e é preciso estar preparado para lidar com eles, não é mesmo?

Sendo assim, não se esqueça de separar/levar os seguintes itens:

1°: Leve itens que te ajudarão a cuidar da sua saúde e do seu corpo como: água, bonés/chapéus, protetor solar, repelentes e roupas leves ou adequadas.

2°: Não se esqueça de separar o seu lixo, pois esta é uma área de preservação ambiental e você não quer ter problemas, não é mesmo?

3°: Pense na possibilidade de levar lanches, frutas ou algum outro alimento, pois em alguns pontos do Parque, não há estrutura para atender os turistas.

Informações importantes sobre a trilha autoguiada no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

E o parque conta com uma infraestrutura simples com lanchonete e área recreativa na área recepção, ao lado da cachoeira véu de noiva.

O atrativo está aberto diariamente das 08h30h às 16h.

Ainda vale lembrar que só pode entrar para essa trilha é até as 12h, depois disso é proibido.

Isso porque, esse é o período máximo estipulado para dar tempo de fazer o circuito todo no tempo limite que é as 17h e retornar novamente no hall de entrada do parque.

Onde se hospedar na Chapada dos Guimarães?

Claro que não podemos deixar de indicar ótimas hospedagens na Chapada dos Guimarães que vão ser excelentes para seus dias de viagem.

Sendo assim, podemos contar com os melhores nomes do Booking que são:

Outros posts sobre a Chapada dos Guimarães?

Vale a pena fazer a trilha autoguiada no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães?

Com certeza! Afinal de contas, um dia na Chapada dos Guimarães proporciona muitas aventuras e lindas paisagens.

Por isso, se serve como dica, não deixe de conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães que entrega o Circuito das Cachoeiras aos turistas, e claro que surpreende com belezas naturais.

Então, qual atrativo do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães você não vê a hora de conhecer? Conta pra gente aqui nos comentários, vamos adorar conhecer! E já aproveita para seguir o @blogmundoviajante no Instagram!

7 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -
Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.