PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench

O que fazer em Machu Picchu: Roteiro para 3, 4, 5, 6 ou 7 dias

o que fazer em cusco e machu picchuu

Para quem está planejando uma viagem para o Peru, mas ainda não sabe o que fazer em Machu Picchu em 3, 4, 5, 6 ou 7 dias, vem com a gente.

Conhecida como “velha montanha” ou “cidade perdida dos Incas”, Machu Picchu é um dos destinos mais procurados do mundo.

E não é para menos, já que o destino foi eleito em 2007 como uma das 7 Novas  Maravilhas do Mundo Moderno.

Além disso, o local é um dos mais emblemáticos da América Latina, tanto que já fizemos um post falando apenas sobre as principais lendas e mistérios de Machu Picchu.

Dito isso, a seguir você vai encontrar todas as dicas para tirar essa viagem do papel!

 

Qual é a melhor época para visitar Machu Picchu?

Antes de mapearmos o que fazer em Machu Picchu, precisamos primeiramente, saber qual é a melhor época para visitar a região.

Afinal de contas, em algumas épocas do ano, a região é mais quente e lotada, o que pode influenciar diretamente nos passeios.

Sabendo disso, tenha em mente que diferentemente de outras regiões do Peru, Machu Picchu é uma cidade influenciada pela altitude e umidade do ar.

Já adiantamos que a melhor época para conhecer Machu Picchu é de maio a outubro, o período com menos chances de chuva.

E apesar de termos ido em fevereiro, o período de novembro a abril é considerado o mais chuvoso e nublado do ano.

Além disso, é importante se atentar que junho, julho e agosto são considerados alta temporada, e, portanto, Machu Picchu estará mais cheio.

Aliás, para quem tem disponibilidade, o fim de abril talvez seja uma boa opção, já que além da mudança de estação, também é baixa temporada.

Por fim, de novembro a fevereiro, costumam ocorrer deslizamentos, e, portanto, o trem para Águas Calientes sai apenas de Ollantaytambo e não diretamente de Cusco.

DICA DE OURO: RESERVE O SEU FREE TOUR POR CUSCO

 

Quanto tempo é necessário para conhecer Machu Picchu?

Vamos lá, isso depende de como você pretende chegar em Machu Picchu. Por exemplo, se você pretende fazer alguma das trilhas clássicas, o mínimo serão 5 dias no total, sendo 3 de atividades.

Já se você pretende fazer um bate e volta de Cusco, é possível conhecer Machu Picchu em apenas 1 dia, ou seja, conhecer apenas a cidadela.

Ou como alternativa, é possível dormir em Águas Calientes e no dia seguinte subir de ônibus para Machu Picchu. Inclusive foi o que fizemos, pois também aproveitamos para fazer o trekking Hyuna Picchu.

Além disso, para quem pretende fazer a trilha da montanha Machu Picchu, será necessário, 1 dia completo apenas na cidade perdida.

Enfim, existem muitas opções na região, então para que você aproveite a região com tudo o que tem direito, separe pelo menos, 5 dias.

Afinal de contas, chegar até a cidade perdida é mais complicado e demorado, já que não existem voos diretos até a cidade.

 

Como chegar em Machu Picchu?

Como vimos, a cidade de Machu Picchu não possui aeroporto, então para ter acesso a região, primeiramente, precisamos chegar até Lima, a capital do Peru.

E de lá seguir viagem até Cusco, onde os viajantes devem seguir em direção ao pequeno vilarejo de Águas Calientes.

E, por fim, será necessário percorrer, a pé ou de van, uma pequena estradinha até a entrada de Machu Picchu.

Já as opções completas de locomoção e caminhos, você encontra no nosso artigo sobre como chegar em Machu Picchu.

Mas, já adiantamos que é possível ir de trem, de van, e diversas trilhas. Além, é claro, de combinar alguns tipos de acesso.

 

Onde se hospedar próximo a Machu Picchu?

Vamos lá, existem duas opções de hospedagem para quem visita Machu Picchu: Cusco e Aguas Calientes.

A cidade de Cusco é ideal para quem pretende não apenas conhecer a cidade perdida, como também viver toda a experiência que o Peru oferece.

Inclusive, o mais indicado é conhecer os pontos turísticos de Cusco, e, depois, seguir rumo a Aguas Calientes, o local mais próximo de Machu Picchu.

Já para quem pretende pernoitar em Aguas Calientes, para no dia seguinte, subir cedinho até a entrada de Machu Picchu, indicamos o Rumi Qolqa.

Localizado bem no centrinho do povoado, ele oferece um ótimo custo-benefício para quem busca algo simples e econômico, porém confortável.

Por fim, em Cusco existem diversas opções de hospedagem, desde hotéis luxuosos até hostels econômicos, onde as melhores opções são:

Além disso, gostaríamos de indicar o Kokopelli Hostel Cusco, local onde nós hospedamos em 2018, mas na época com outro nome.

A localização do Kokopelli é excelente, além do atendimento, café da manhã e acomodações. Então, com certeza indicamos essa opção para aqueles que viajam no estilo mochileiro.

E para fechar com chave de ouro, também indicamos que consulte todas as opções de hospedagem em Cusco e Aguas Calientes, e, por fim, reserve com cancelamento grátis.

 

Passo a passo para planejar uma viagem para Machu Picchu

Conhecer Machu Picchu é o sonho de muitas pessoas. Mas para que tudo seja perfeito, é necessário planejamento.

Veja a seguir um passo a passo de como planejar uma viagem para Machu Picchu. Dessa forma, conseguimos evitar que imprevistos aconteçam.

  1. Defina o mês em que vai viajar – para facilitar, lembre-se da melhor época para conhecer a região, que mencionamos acima –;
  2. Compre e reserve seus voos, hospedagens e passeios pela região com antecedência e por que não, nas cidades anteriores como Lima ou Cusco? Aproveite a oportunidade para conhecer tudo!
  3. Certifique-se de que está tudo na mala – faça um checklist para auxiliar –;
  4. Compre seus ingressos para Machu Picchu – os ingressos são vendidos para períodos específicos do dia – e eles te permitem visitar à vontade, toda a cidade sagrada. Mas, não são validos para as trilhas, então compre o ingresso especifico de acesso aos trekkings caso você queira subir a montanha Machu Picchu ou Hyuana Picchu.
  5. Finalize os demais detalhes da viagem, como por exemplo, o roteiro de viagem, e, faça outro checklist para garantir que não falte nada.

DICA DE OURO: RESERVE O SEU TOUR GRATUITO POR LIMA

 

O que fazer em Machu Picchu?

Dito isso, chegou a hora de falarmos sobre o que fazer em Machu Picchu. Lembrando que esse tópico é exclusivo sobre a cidade inca, e, portanto, se você quer descobrir o que fazer em Cusco, indicamos o nosso outro post.

machu picchu peru

 

1- Tour pelas ruínas da cidadela

A cidade Perdida dos Incas, como é conhecida, ou ainda, cidade sagrada é considerada como patrimônio cultural da humanidade dede 1983.

O lugar é mágico e fascinante, no qual permite aos viajantes fazer uma viagem no tempo.

Mesmo após 500 anos, novas pesquisas ajudam a esclarecer mistérios e possibilidades sobre a sua história e formação.

O tour pela cidadela pode ser percorrido de maneira autoguiada ou com a ajuda de um guia, sendo esse essencial para quem quer conhecer a historia de Machu Picchu.

Já em relação à contratação do guia, ela pode ser feita diretamente na entrada de Machu Picchu, ou com antecedência.

A única ressalva é tomar cuidado com os guias que aumentam o preço para os estrangeiros, então converse com vários deles antes de fechar.

Por fim, lembre-se todos os ingressos de Machu Picchu já dão acesso a cidadela, e, se você pretende apenas conhecer apenas o básico essa é a atividade imperdível. Já que inclui a Porta do Sol e a Ponte Inca.

 

2- Trilha pela icônica Montanha Machu Picchu

A trilha pela montanha Machu Picchu, que na tradução significa montanha velha, é considerada de nível médio. E, portanto, é menos íngremes e mais ampla que a Huyana Picchu.

Contudo, a caminhada tem duração média de 3 a 4 horas, sendo indicada apenas para quem já está acostumado a trekkings em altas altitudes.

Além disso, para ter acesso a essa parte de Machu Picchu, é necessário comprar um ingresso especifico, de preferência, com antecedência.

E para concluir, saiba que para tirar a famosa foto de Machu Picchu, não é necessário percorrer nenhuma trilha. Pois, o acesso até o local é próximo da entrada principal.

 

3- Trilha pela Montanha Huayna Picchu

Já a trilha pela montanha Huayna Picchu é a única via de acesso para o Templo da Lua, e, também exige um ingresso exclusivo.

Aliás, fizemos essa trilha em Machu Picchu e podemos afirmar que é necessário condicionamento físico, já que os caminhos são íngremes.

Além disso, a montanha Huayna Picchu pode ser um desafio para os visitantes devido a sua altitude de 2693 metros acima do nível do mar.

Por isso, se você tem medo de altura, não indicamos o trekking da Nova Montanha, como é chamada a Huyana Picchu.

E para finalizar, a entrada para essa trilha é limitada a 400 pessoas por dia, divididas em dois períodos diferentes, e, portanto, é necessário adquirir o ingresso com no mínimo 2 meses de antecedência.

 

4- Templo da Lua

Também conhecido como “a joia escondida de Machu Picchu”, a grande caverna é um dos sítios arqueológicos mais incríveis da região.

Pois, os incas acreditavam que as cavernas eram uma posta de entrada para o mundo dos mortos.

Além do mais, no centro do Templo da Lua, há algo parecido com um trono, onde, alguns pesquisadores dizem que sacrifícios eram feitos ali.

 

5- Trilha Inca

A trilha mais famosa da América Latina, onde, ao total, são 43km percorrendo as antigas trilhas Incas para Machu Picchu, que duram aproximadamente 4 dias e 3 noites.

O trajeto inclui, no primeiro dia, passagens pelas regiões: Rio Vilcanota, povoado de Wayllabamba.

No segundo dia, os viajantes passam pelo topo da montanha Warmiwañusca, depois, em um caminho de 4 horas até o Vale do Rio Pacaymayu.

Já no dia seguinte, o caminho é feito pelos 4 sítios arqueológicos da região: Runkuraqay, Sayaqmarka, Phuyupatamarca e Wiñaywayna.

Por fim, no quarto dia, os viajantes seguem em direção ao mirante Intipunku e depois até Machu Picchu.

E apesar de não termos percorrido a trilha inca, indicamos de olhos fechados para os aventureiros de plantão.

 

O que fazer em Cusco e Machu Picchu em 3 dias?

Agora que já sabemos quais são os principais pontos turísticos que devemos conhecer na região, vamos pensar no que fazer em Machu Picchu em 3 dias?

Primeiramente, vamos lembrar que, Cusco e Lima são o ponto de partida para quem tem Machu Picchu como destino.

Os caminhos que levam até Machu Picchu, escondem dezenas de sítios arqueológicos que você pode conhecer, e, claro, aprender mais sobre o incrível império Inca.

Então, separe no mínimo uns 3 dias para se aventurar pela região, lembrando que a distancia de Lima até Machu Picchu é de 500km.

o que fazer em machu picchu peru
City tour – Sacsayhuaman

Para o 1º dia, indicamos que faça o famoso City tour de Cusco, que nada mais é do que conhecer os 4 principais sítios arqueológicos da cidade: Qoricancha, Pukapukara,  Tambomachay, Qenqo e Sacsayhuaman.

Todos são acessados através do boleto turístico de Cusco, um passe que dá acesso a diversas atrações na cidade.

ollantaytambo vale sagrado de los incas
Valle Sagrado – Ollantaytambo

Já no 2º dia, conheça o Valle Sagrado de los Incas, que inclui Pisaq e Ollantaytambo, sendo essa última o ponto de partida, de trem principalmente, para Aguas Calientes.

Por fim, no seu último dia, acorde cedo e finalmente suba a pé ou de van até Machu Picchu, e, de preferência contrate um guia para te contar a historia da cidadela inca.

machu picchu cidade perdida dos incas
Machu Picchu

Dito isso, aqui vão algumas considerações, como a indicação de pernoitar em Aguas Calientes no segundo dia, e, que o guia da cidadela pode ser contratado na entrada de Machu Picchu, mas ele não é obrigatório.

Além, é claro, de indicarmos que compre o seu boleto turístico de Cusco aqui, com total segurança. Mas, fique tranquilo, pois em breve vamos ter um post exclusivo sobre o que inclui o boleto e como utilizar.

 

O que fazer em Cusco e Machu Picchu em 4 ou 5 dias?

Vamos lá, o roteiro de 3 dias é mais corrido, porém ideal para quem não tem muito tempo, porém o mínimo recomendado são 5 dias na região.

maras y moray o que fazer em machu picchu
Moray

Sendo os 2 dias adicionais recomendados para conhecer o centro de experimento agrícola Moray, e, as três mil salinas Maras, com mais de dois milênios de existência.

salinas maras em cusco peru
Salinas Moras

E, além disso, fazer o passeio pelo Valle Sur, que inclui a ruína pré-inca de Pikillacta e a ruína inca de Tipón.

Ambas são uma boa pedida para 5 dias de roteiro, não é mesmo? Além disso, se preferir, você ainda pode tirar o dia para descansar.

valle sur em cusco peru
Valle Sur

Aproveitando… como estamos partindo de Cusco, que tal dar uma olhadinha nesse post do Blog, onde falamos com mais detalhes sobre o que fazer em Cusco.

Garanto que você vai adorar conhecer um pouquinho mais sobre a cultura peruana.

 

O que fazer em Cusco e Machu Picchu em 6 ou 7 dias?

Claro que quanto mais tempo você tiver, mais tempo vai ter para conhecer todos os pontos que acha necessário.

Por isso, a dica para todos os viajantes é ficar na região por 6 ou 7 dias, inclusive foi o que fizemos. Mas, o que fazer em Cusco e Machu Picchu durante esse tempo? Nós que contamos aqui!

Para a programação para 6 dias, além de todos os passeios anteriores, que tal encarar mais um desafio, desta vez, mais pesado?

Rainbow Mountain cusco peru
Rainbow Mountain

Estamos falando das trilhas pesadas de Laguna Humantay e Rainbow Mountain, a famosa montanha arco-íris do Peru.

Claro, que é necessário ter um pouco mais de disposição, mas realmente vale a pena.

Por fim, também é possível usar esse tempo adicional para curtir ainda mais Machu Picchu, comprando o ingresso para 2 dias.

E assim, no primeiro fazer a trilha de Hyuna Picchu e o passeio pela cidadela. Enquanto, no segundo, o trekking da própria Montanha Machu Picchu.

 

Mas, afinal, e se eu quiser fazer a famosa trilha inca de Machu Picchu?

Se você pretende fazer a trilha inca, indicamos que contrate uma empresa peruana especializada.

Já que o caminho tradicional tem 4 dias de duração, sendo necessário todo o equipamento, e, de preferência a contratação de carregadores.

Aliás, vale a pena comentar que não incluímos a trilha inca no nosso roteiro. Mas, já adiantamos que é necessário condicionamento físico, além de experiências em trekking.

Mas, caso você queira saber mais sobre isso, veja nossas dicas sobre como chegar em Machu Picchu, onde compartilhamos diversas possibilidades.

E ai, gostou das nossas seleção sobre a cidade perdida dos incas? Se sim, então, confira as dicas de viagem do Grupo Viagens por Escrito, onde falamos de outras maravilhas ao redor do mundo:

Por fim, esperamos que você tenha gostado das nossas dicas sobre o que fazer em Machu Picchu. Porém, se você tiver duvidas ou sugestões, deixe o seu comentário, pois ficaremos felizes em responder.

11 respostas

  1. Adorava um dia conhecer Machu Picchu e adorei a sua lista de coisas a fazer por lá. Pois de certo em uma viagem de família todos nós sairíamos satisfeitos.

  2. Machu Pichu tem uma energia incrível! Recomendo, se possível, conhecer a Puerta del Sol, que é por onde acredito que chegam as pessoas que fazem a trilha Inca. Eu me perdi da excursão e acabei indo parar lá. A vista é incrível.

  3. Ah, cara! Mas eu tenho tanta mas tanta mas tanta vontade de conhecer Machu Picchu. Mas tanta! Que nem sei dizer o que seu post fez comigo hahahaha
    Mas, falando sério. Tenho que entrar em forma para ir para lá. Porque quero fazer tudo que eu tiver direito 😍

  4. Eu tinha muita vontade de conhecer Machu Picchu, deixei para fazer no fim da nossa viagem pelo Peru para fechar com chave de ouro e confesso que acabei me decepcionando depois de tanta coisa linda e, diga-se de passagem, beeeem mais barata que conhecemos ao longo da nossa viagem.
    Mas não posso negar que o lugar tem uma beleza única e ver do alto da Machu Picchu (fizemos essa trilha) foi a cereja do sundae!

  5. Que viagem linda.
    Estou me organizando para conhecer em breve. Gratidão por todas as informações.
    Seu post está perfeito.
    Beijinhos

  6. Uau! Que saudades de Machu Pichu! Já quero voltar com minha família! Amei o artigo! Obrigada por compartilhar 🥰🥰🥰

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sobre mim

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -