O que é o Projeto RONDON? E como participar?

projeto rondon

Sumário

A ideia do Projeto Rondon surgiu em 1966 em uma reunião ocorrida no Rio de Janeiro, onde estavam presentes representantes de universidades, Ministério da Educação e especialistas.

O primeiro projeto desenvolvido pelo Rondon aconteceu em 11 de julho de 1967 no território de Rondônia, a operação teve duração de 28 dias e tinha como objetivo levar a juventude universitária a conhecer a realidade brasileira.

Em 2003, a União dos Estudantes propôs a reativação do Projeto Rondon e em 2004 vários ministérios da presidência da república se uniram para definir as diretrizes gerais para a sua reabertura.

Nessa nova fase do programa o Ministério da Defesa (MD) foi nomeado como coordenador das operações nacionais que seriam desenvolvidas e já em 2005 houve a primeira operação desde o decreto de extinção de 1989.

 

O que é o projeto RONDON?

O Projeto Rondon tem como objetivo desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com a melhoria do bem estar social e a capacitação da gestão pública.

Além disso, tem o papel de conscientização social do universitário brasileiro, já que faz com que ele seja um agente de transformação da realidade brasileira.

Atualmente, o projeto está alinhado com os objetivos da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, onde se propõe: Acabar com a pobreza e a fome em todos os lugares; combater as desigualdades dentro e entre os países; construir sociedades pacíficas, justas e inclusivas; proteger os direitos humanos; promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres e etc.

Confira também: Participando do Projeto Rondon no Acre?

 

Conjuntos a serem desenvolvidos pelas IES?

Cada município recebe duas IES, uma do conjunto A e outra do conjunto B. Já o conjunto C é responsável pela cobertura jornalística de toda a operação e por isso é um conjunto itinerante.

  • Conjunto A: Nas áreas de Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde.
  • Conjunto B: Nas áreas de Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. 
  • Conjunto C: Realiza a cobertura e divulgação das cerimônias de abertura, encerramento e demais atividades que forem desenvolvidas durante todo o período da operação.

 

Responsabilidades ao se comprometer com o Projeto Rondon?

  • IEs: Designar os professores coordenadores, selecionar os rondonistas, participar da viagem precursora, apresentar os relatórios que constam no edital, enviar e confeccionar a proposta para o projeto.
  • Estudantes: Cumprir as regras que constam no edital, participar de todas as atividades cerimonias do projeto, comprometer-se em tempo/dedicação em todo o período da operação.
  • Municípios: Fornecer alojamento, refeições e transporte interno adequado aos rondonistas e coordenadores.
  • Governo Federal e Ministério da Defesa: Planejamento dos editais de seleção, apoio logístico em toda a operação, fornecimento do kit do rondonista, realização das cerimonias de abertura e encerramento, promover a segurança dos rondonistas durante todo o projeto etc.

 

Etapas do Projeto Rondon?

O Projeto Rondon acontece via editais públicos e seguem as seguintes etapas:

1. Planejamento do Projeto Rondon

Onde se definem os munícios e regiões de interesse com baixo Índice de Desenvolvimento Humano.

2. Reconhecimento

A etapa de reconhecimento ocorre quando um integrante do Projeto Rondon visita os municípios selecionados para verificação, mapeamento e contato com as prefeituras.

3. Divulgação do convite para as IES

Trata-se do convite para a participação das instituições de ensino superior (IES) na operação via edital público, onde se encontram todos os detalhes relevantes da operação.

4. Inscrição da instituição

Na etapa quatro a IES (universidade) terá que acessar o site do Projeto Rondon para efetuar a sua inscrição. Lembrando que nessa etapa a IES já deve estar confeccionando a proposta.

5. Elaboração do plano de trabalho

A elaboração do plano de trabalho é feita pela universidade, que tem total liberdade quanto ao conteúdo e formatação. É muito importante ter conhecimento das regras de adequação da proposta, ou seja, conhecer profundamente o edital.

6. Seleção das propostas de trabalho das IES

A seleção das propostas de trabalho encaminhadas pelas universidades é realizada pela Comissão de Avaliação de Propostas do Projeto Rondon (CAPPR).

7. Viagem precursora do Projeto Rondon

Após a divulgação das universidades selecionadas, os professores que coordenarão as equipes de rondonistas visitam os municípios e ajustam com as lideranças municipais e as prefeituras as ações que serão realizadas pela universidade durante a operação, de forma a atender às reais necessidades de cada município. Neste momento também é definido o apoio logístico (alojamento, alimentação e transporte no interior do município) que será prestado aos rondonistas.

8. Preparação e composição das equipes

A equipe é composta por dois professores e oito alunos. A preparação das equipes é de responsabilidade das IES e deverá respeitar os ajustes feitos com as prefeituras durante a viagem precursora.

9. Cadastramento no Projeto Rondon

Durante a preparação, é realizado o cadastro de todos os rondonistas – professores e alunos – pelo representante da instituição de ensino superior junto ao Projeto Rondon. É muito importante os dados estarem corretos no cadastramento para que os certificados saiam com as informações corretas.

10. Operação do Projeto Rondon

Com a duração de 15 dias, sendo os dois primeiros destinados à ambientação e abertura e deslocamento dos rondonistas aos municípios. Já os últimos dias são para o encerramento e retorno às cidades de origem.

11. Relatório do Projeto Rondon

A última etapa trata do envio do relatório de trabalho desenvolvido no município.

Confira também: O que fazer em Rio Branco em 1 ou 2 dias

 

Como participar do Projeto Rondon?

  • As operações do Projeto Rondon são realizadas em janeiro e julho de cada ano, durante o período de férias escolares.
  • A forma de seleção para a participação dos alunos é definida com total liberdade por cada universidade.
  • Caso a universidade não possua um núcleo ou professor responsável para a participação do Projeto Rondon, seria interessante propor isso ao conselho de curso.
  • Uma dica seria procurar na sua IES, professores que realizam Projetos de Extensão e que possam ter interesse em projetos sociais.
  • Se você é da UNESP: Lembre-se que os alunos podem participar através de outras unidades da instituição.
  • É importante estar atento que são necessários dois professores para a participação da operação, um deles sendo o coordenador.

 

Outras dicas interessantes?

 

Curiosidades do Projeto Rondon?

  1. Existe um monumento em Rondônia homenageando o bandeirante do século XX: Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon.
  2. Só é permitido por universidade uma inscrição via CNPJ, caso a universidade tenha mais de um CNPJ poderá inscrever mais de uma proposta.
  3. Os alunos não possuem nenhum custo para participar do projeto.
  4. Se você tem mais duvidas ou gostaria de participar, acesse aqui: site oficial do Projeto Rondon.

 

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas sobre o Projeto Rondon, mas no caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário. Por fim, já aproveita para seguir o @blogmundoviajante no Instagram.

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -
Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.