Pesquisar
Close this search box.

Free walking tour em Ouro Preto: Passeio guiado e gratuito

free walking tour ouro preto

Se você quer saber como funciona o free walking tour em Ouro Preto e principalmente, como reservar o seu passeio, vem com a gente.

Ouro Preto é uma cidade rica em história e cultura, e o free walking tour oferece uma imersão fascinante nesse pedacinho der Minas Gerais.

Através dele os visitantes tem a oportunidade de conhecer detalhes que vão desde o papel de Tiradentes da Inconfidência Mineira até a história do artista Aleijadinho.

 

Como funciona o free walking tour em Ouro Preto?

O free walking tour em Ouro Preto é uma experiência guiada a pé pela cidade. E oferece uma visão única e acessível para os visitantes.

Para participar, basta fazer sua reserva com pelo menos 48h de antecedência no site oficial da Civitatis.

E em seguida, vá até o ponto de encontro combinado e um guia local o conduzirá pelo passeio.

Por fim, é importante comentar que o free walking tour de Ouro Preto acontece toda quarta e domingo às 10h e tem duração de aproximadamente 2 horas.

Confira também: Onde ficar hospedado em Ouro Preto?

 

Quanto custa o free walking tour em Ouro Preto?

O “Free” no nome do passeio não significa que seja totalmente gratuito. Em vez disso, é um tour baseado em contribuições voluntárias.

Ao final do passeio, os participantes são convidados a dar uma gorjeta ao guia, de acordo com o valor que consideram adequado, como forma de agradecimento pelo passeio e pelo conhecimento compartilhado.

Mas, lembre-se que isso é totalmente voluntario e depende da sua satisfação com o passeio.

 Confira também: Principais museus em Ouro Preto

 

Ponto de encontro do free walking tour em Ouro Preto?

O Horto dos Contos (Portaria Rodoviária) é o ponto de encontro central para aqueles que desejam participar desse passeio em Ouro Preto.

Localizado convenientemente no coração de Ouro Preto, o Horto dos Contos (Portaria Rodoviária) é facilmente acessível a pé ou de transporte público.

E a sua proximidade a diversos marcos históricos da cidade torna-o o local ideal para iniciar sua exploração.

Ao chegar ao Horto dos Contos, você encontrará seu guia local, geralmente identificado por um distintivo ou uma placa que o identifica como o líder do free tour.

Confira também: Parque das Andorinhas em Ouro Preto

 

Como reservar gratuitamente o free walking tour em Ouro Preto?

Reservar gratuitamente o free walking tour em Ouro Preto é simples e conveniente, graças à plataforma online da Civitatis.

Dito isso, veja como fazer a reserva de forma rápida e fácil:

  • Acesse o site da Civitatis: O primeiro passo para garantir sua vaga no free walking tour em Ouro Preto é acessar o site da Civitatis.
  • Depois, escolha o dia e o horário: Basta selecionar a data e o horário que melhor se adéquam à sua programação e interesse. Mas, lembre-se que o passeio só acontece de quarta e domingo.
  • Por fim, preencha seus dados pessoais: Como nome, endereço de e-mail e, ocasionalmente, número de telefone. Certifique-se de fornecer informações precisas, pois esses detalhes são importantes para confirmarem sua reserva e entrarem em contato com você, se necessário.
  • Cadastrar um cartão de crédito valido: Para garantir a sua reserva é necessário cadastrar um cartão de crédito valido. Mas, fique tranquilo que nada será cobrado no seu cartão.
  • Confirmação por e-mail: Após concluir o processo de reserva, você receberá uma confirmação por e-mail.

 

Roteiro do free walking tour em Ouro Preto?

O free walking tour em Ouro Preto oferece um roteiro verdadeiramente cativante e único, que o levará por uma jornada pelas preciosidades menos conhecidas da cidade.

Então, neste tópico, vamos explorar o roteiro deste passeio, que promete revelar lugares surpreendentes e histórias fascinantes:

 

1- Horto dos Contos: O ponto de encontro

Construído no século XVIII, o Horto dos Contos servia como um jardim botânico privado para o Conde de Bobadela, que era o governador da então Capitania das Minas Gerais.

A propriedade incluía uma coleção diversificada de plantas e árvores, muitas das quais eram trazidas de diferentes partes do mundo, refletindo o período de exploração botânica da época.

Portanto, além de servir como ponto de encontro, este local oferece uma oportunidade para observar espécies típicas da região e apreciar o conjunto arquitetônico circundante.

 

2- Rua São José: A Casa de Tiradentes

Seguindo adiante, o grupo percorrerá a Rua São José, conhecida por seu comércio e bancos, além de abrigar a Casa de Tiradentes, lar do maior símbolo da Inconfidência Mineira.

Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes, era dentista de profissão, mas ganhou notoriedade como líder de um movimento de independência que buscava a libertação do Brasil do domínio colonial português.

A casa, onde Tiradentes morou durante algum tempo, agora é transformada em museu, e suas salas preservadas contam a história da vida e dos tempos de Tiradentes.

Os visitantes têm a oportunidade de explorar os quartos, móveis e objetos pessoais que pertenceram a ele, proporcionando uma visão íntima da vida do mártir antes de seu envolvimento na Inconfidência Mineira.

 

3- Largo da Alegria: E a Igreja do Rosário

O passeio continua pelo pitoresco Largo da Alegria, que leva os visitantes à imponente Igreja do Rosário, um monumento tombado por sua importância cultural.

A construção da Igreja do Rosário começou no final do século XVIII, por volta de 1785, e foi concluída algumas décadas depois.

Aliás, ela foi erguida por escravos e libertos, o que conferiu à igreja um significado ainda mais profundo em relação à história da escravidão no Brasil.

A dedicação à Virgem do Rosário, padroeira dos negros, destaca a influência africana na religião e na cultura de Ouro Preto.

 

4- Capela do Bonfim: E as histórias dos condenados

A história da Capela do Bonfim remonta ao século XVIII, período de grande efervescência na região de Minas Gerais.

Além disso, a arquitetura da Capela do Bonfim é simples e autêntica, refletindo o estilo colonial da época em que foi construída.

Já a sua fachada modesta e sua estrutura de madeira são características marcantes desse período histórico.

Sendo assim, a capela é um testemunho da devoção religiosa que permeou a vida dos habitantes de Ouro Preto.

 

5- Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar: A vista panorâmica

A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, localizada em Ouro Preto, é um dos tesouros mais notáveis do estilo barroco não apenas em Minas Gerais, mas em todo o Brasil.

Esta igreja impressionante é um testemunho da riqueza e do esplendor da época colonial e continua a ser um marco icônico na cidade até os dias de hoje.

Além disso, ela foi projetada pelo arquiteto Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, um dos principais representantes do barroco brasileiro.

Confira também: Minas de ouro para visitar na cidade de Ouro Preto

 

Outras dicas sobre Ouro Preto?

 

Vale a pena fazer o free walking tour em Ouro Preto?

Sim, fazer o free tour em Ouro Preto é uma experiência que definitivamente vale a pena para os viajantes que desejam explorar essa cidade histórica de forma informativa, envolvente e acessível.

E chegamos ao fim de mais dicas sobre Minas Gerais, dessa vez sobre o free walking tour em Ouro Preto. Esperamos que tenham gostado e já sigam o @blogmundoviajante no Instagram. E até a próxima aventura! Beijos da Iza!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

Siga nas redes sociais
- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -

Você sabe se tem DIREITO a
CIDADANIA EUROPEIA?

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.