Pesquisar
Close this search box.

Carrancas em Minas Gerais: Guia completo de viagem

cachoeira da esmeralda carrancas mg

Para quem está planejando uma viagem para Carrancas em Minas Gerais e ainda não sabe o que fazer, como se locomover e qual o melhor roteiro de viagem para 4 dias, vem com a gente.

Localizada no sul de Minas Gerais, a cidade de Carrancas vem se transformando em um dos principais polos do ecoturismo do estado.

Tanto que com o tempo a região foi apelidada como Terra das Cachoeiras, já que conta com inúmeros complexos de cascatas e poços lindíssimos.

 

O que fazer em Carrancas: Principais complexos de cachoeiras

  1. Complexo da Fumaça
  2. Complexo Vargem Grande
  3. Serra do Moleque (Zilda I)
  4. Complexo Zilda II
  5. Complexo da Ponte
  6. Complexo Grão Mogol
  7. Complexo Tira Prosa
  8. Complexo da Toca

 

Onde se hospedar em Carrancas?

Apesar de pequena, Carrancas conta com diversas opções de hospedagem, e, portanto, atende desde ao publico mochileiro até casais ou famílias.

Enfim, se você já acompanha o Blog Mundo Viajante, já sabe que temos um post completo sobre onde se hospedar em Carrancas. Mas, fique tranquilo, caso seja a sua primeira vez por aqui, vamos resumir as nossas dicas!

Para quem busca ficar nas melhores pousadas da cidade o nosso destaque vai para Verdes em Cantos Pousada, Pousada Vila Mandalah, Pousada Luz do Sol, Pousada Sal da Terra, Pousada Ecológica Espelho D’água e Pousada Eldorado das Gerais.

Porém, se você viaja em família e pretende economizar com as refeições, indicamos os chalés que já vem com cozinha equipada ou semi equipada. Como por exemplo, Chalé Adobe, Chalés Vila Carrancas, Chalés Arcos do Sol e o Chalezinho Mata Virgem.

Por fim, para saber todas as opções de hospedagem em Carrancas, indicamos o Booking, seja pela segurança e as opções de cancelamento grátis com reembolso integral.

 

Como chegar e se locomover em Carrancas?

Localizada a aproximadamente 280 km de Belo Horizonte, 370 km do Rio de Janeiro e 400 km de São Paulo, Carrancas é relativamente de difícil acesso. Mas, mesmo assim, vale imensamente a pena a viagem.

Se você pretende ir até Belo Horizonte de avião, confira as condições especiais de passagem aéreas aqui. Em seguida, opte por alugar um carro pela RentCars ou ir de ônibus pela Quero Passagem, ambas comparam os melhores preços de todas as empresas em apenas um só lugar.

Já para se locomover em Carrancas, a melhor opção é de carro, já que é uma cidade com apenas 4000 mil habitantes.

Além do mais, você não fica dependente das excursões da cidade ou passeios privativos. No caso da primeira opção você fica preso aos horários da excursão e ainda tem varias pessoas desconhecidas com você.

Já a segunda opção, acaba sendo mais cara do que ir sozinha no seu próprio carro. Já que todos os complexos de cachoeiras de Carrancas podem ser acessados facilmente com carro de passeio.

 

O que fazer em Carrancas?

1- Complexo da Fumaça

Conhecido principalmente por ter sido um dos lugares onde a nove Alma Gêmea da Rede Globo foi gravada, o Complexo da Fumaça em Carrancas, é um dos mais visitados da região.

Nele ficam localizadas diversas cachoeiras, como por exemplo, a própria Cachoeira da Fumaça, a Cachoeira Véu de Noiva, a Cachoeira Serrinha, a Cachoeira Luciano. Além da famosa Piscina de Borda Infinita e a Carranca do Índio.

cachoeira da fumaça em carrancas minas gerais

A entrada ao complexo é gratuita, mas infelizmente as águas do complexo têm correnteza forte e infelizmente são poluídas, e, portanto, é PROIBIDO MERGULHAR NO LOCAL.

Isso não significa que você já deve tirar esse ponto turístico do roteiro, mas indicamos que a trilha completa seja apenas feita com a presença de um guia.

Do contrario, existe a opção de apenas visitar a Cachoeira da Fumaça, que fica localizada a 5 minutos do local onde são deixados os carros. Mas, lembre-se que é apenas para fotos.

Por fim, o local não possui qualquer tipo de infraestrutura e caso você queira mais detalhes, veja nosso post completinho sobre o Complexo da Fumaça aqui.

 

2- Complexo Vargem Grande

Admito que o Complexo Vargem Grande foi um dos nossos preferidos de Carrancas, só perdendo para a Serra do Moleque.

A trilha é demarcada e dá acesso a diversos poços e quedas d’água como: Poço Bem Te Vi, Poço Beija Flor, Poço 3 Irmãos, Poço Louva Deus e a espetacular Cachoeira Esmeralda.

cachoeira da esmeralda em carrancas

A vantagem desse complexo é que ele possui infraestrutura de restaurante e sanitário, mas os preços para o almoço estão 3x mais caros do que no centro de Carrancas.

Apesar disso, vale muito a pena conhecer o Complexo da Vargem Grande, já que a trilha e de dificuldade fácil à moderada, dependendo da época (chuvosa ou seca).

Por fim, vale comentar que a entrada custa R$ 10 por pessoa, já incluso o estacionamento. Gostou e quer conhecer todos os detalhes sobre o Complexo Vargem Grande, basta acessar aqui. (Referência: Fev/2023)

 

3- Serra do Moleque (Zilda I)

Conhecida também como Zilda I, a Serra do Moleque é um daqueles passeios imperdíveis em Carrancas.

O que é totalmente compreensível, seja pela organização e infraestrutura, como também por suas lindas cachoeiras.

serra do moleque carrancas minas gerais

Por conta disso, a entrada da Serra do Moleque custa R$ 30 por pessoa, mas a média do prato feito gira em torno de R$ 35, o que é totalmente econômico para Carrancas. (Referência: Fev/2023)

As cachoeiras do complexo são formadas pelas Cachoeira da Zilda, Cachoeira da Proa, Cachoeira Guatambu e a Cachoeira do Índio.

Aliás, todas são sinalizadas e podem ser conhecidas sem guia turístico, mas cuidado com Cachoeira Guatambu, pois me afoguei lá (risos de nervoso haha)

E assim, como as anteriores, temos um post completo sobre o local: Serra do Moleque (Zilda I) em Carrancas.

 

4- Complexo Zilda II

No nosso roteiro por Carrancas, o único complexo que optamos por deixar para uma próxima oportunidade é o Complexo Zilda II. Mas, isso só aconteceu por uma questão de falta de tempo.

No Complexo Zilda II ficam a Cachoeira do Escorrega, Poço do Sací, Racha Zilda, Cachoeira dos Anjos e Cachoeiras das Onças.

Se você tiver tempo, inclua mais esse pedacinho de Minas gerais no seu roteiro!

 

5- Complexo da Ponte

O Complexo da Ponte fica praticamente no centro de Carrancas, e, portanto, acaba sendo um dos mais visitados e cheios da cidade.

Apesar disso, o local é bastante acessível, com a entrada de apenas R$ 10 por pessoa. Além de contar com área de camping (pago a parte) e sanitários. (Referência: Fev/2023)

cachoeira do salomão carrancas em minas gerais

As principais atrações são a Cachoeira do Salomão, Cachoeira do Moinho, Poço do Tico e Teco e Poço do Moinho.

Se você que mais detalhes sobre a trilha do Complexo da Ponte, veja nosso post completo aqui.

 

6- Complexo Grão Mogol

Admito que apesar de ter gostado muito do Complexo Grão Mogol, ele é de difícil acesso e sem demarcação de trilha.

Sendo assim, só indico para quem já tem alguma experiência com trilhas ou para aqueles que pretendem contratar um guia, que no mínimo irá custar R$ 200.

Mas, vamos lá! Como sou uma pessoa que gosta de lugares pouco visitados, ele é perfeito e extremamente tranquilo em relação a multidões.

poço do complexo grao mogol em carrancas

Aqui vale duas ressalvas muito importantes, a primeira é que para acessar o Grão Mogol é necessário pegar a chave da porteira de acesso na casa amarela ou branca.

Enquanto, a segunda ressalva é: O local fica fechado em épocas de chuva, por conta de trombas d’agua. Então, antes de ir até lá, veja a previsão do tempo.

Já em relação às atrações do Complexo Grão Mogol estão os Canyons, a própria Cachoeira Grão Mogol e a Lagoa Azul.

Por fim, o valor de acesso é de R$ 20 por pessoa, mas indicamos que veja mais detalhes de como chegar até lá no nosso post: Complexo Grão Mogol em Carrancas. (Referência: Fev/2023)

 

7- Complexo Tira Prosa

Localizado quase que em frente a entrada do Complexo da Ponte, o Complexo Tira Prosa também fica na região central de Carrancas.

Apesar disso, se é sua primeira vez na cidade, te indico que dispense o GPS e veja aqui como chegar no Tira Prosa.

complexo tira prosa carrancas

Já a entrada custa R$ 10 por pessoa e os visitantes tem acesso aos seguintes atrativos: Cachoeira Tira Prosa, Poço da Canoa, Poço do Remo, Cachoeiras do Pulo e do Pulinho. (Referência: Fev/2023)

Curti muito o dia no Complexo Tira Prosa, já que lá apesar de carecer de infraestrutura, você pode levar sua caixa térmica sem problemas. Diferente, por exemplo, da Serra do Moleque.

 

8- Complexo da Toca

Admito que se fosse tirar um dos complexos da minha lista principal seria o Complexo da Toca, já que a trilha é considerada de nível fácil.

Inclusive para crianças e idosos, ou seja, é extremamente cheio para os trilheiros de plantão que gostam apenas do som da natureza.

complexo da toca carrancas

Mas, para famílias, com certeza é indicado. Em parte pelo fácil acesso, mas também pelo preço de R$ 10 por pessoa. (Referência: Fev/2023)

Por fim, é importante comentar que aqui ficam localizados o Poço do escorrega, a Cachoeira da Toca, a Cachoeira do Sossego e os Poços do Coração e Coraçãozinho.

 

O que fazer “a mais” em Carrancas?

Existem algumas opções extras do que fazer em Carrancas, no caso o passeio de 4×4 ou jipe, andar de quadriciclo e assistir o por do sol no Paredão de Carrancas.

Sinceramente, o único que realmente vale a pena é assistir o por do sol no Paredão de Carrancas, que inclusive só não conhecemos por conta do cansaço e falta de tempo.

Já o restante dos passeios, te leva aos complexos de cachoeiras que podem ser acessados tranquilamente pelo próprio visitante via Google Maps ou pelas nossas dicas do blog.

Com exceção do Complexo Grão Mogol, que tivemos algumas dificuldades de acesso, por conta da falta de sinalização.

Portanto, só indicamos os passeios extras se você gosta de ir com um guia turístico ou fazer amizade com outros viajantes da excursão.

Confira também: Circuito Trilha dos Inconfidentes

 

Com tantas opções, o que não posso deixar de fazer em Carrancas?

 

Roteiro de 4 dias em Carrancas?

Agora que você já sabe o que fazer em Carrancas, vamos compartilhar o nosso roteiro ideal de 4 dias pela Terra das Cachoeiras.

 

1º DIA: Complexo da Ponte + Tira Prosa

  • Cachoeira do Salomão
  • Cachoeira do Moinho
  • Poço do Tico Teco
  • Poço do Moinho
  • Cachoeira Tira Prosa
  • Poço da Canoa
  • Poço do remo
  • Cachoeiras do pulo
  • Pocinho

 

2º DIA: Complexo da Fumaça + Grão Mogol

  • Cachoeira da Fumaça
  • Cachoeira Véu de Noiva
  • Cachoeira Serrinha
  • Cachoeira Luciano
  • Piscina Borda Infinita
  • Carranca do Índio
  • Canyons
  • Cachoeira Grão Mogol
  • Lagoa Azul

 

3º DIA: Serra do Moleque + Zilda II

  • Cachoeira da Zilda
  • Cachoeira da Proa
  • Cachoeira Guatambu
  • Cachoeira do Índio
  • Cachoeira do Escorrega
  • Poço do Sací
  • Racha Zilda
  • Cachoeira dos Anjos
  • Cachoeiras das Onças

 

4º DIA: Complexo da Toca + Vargem Grande

  • Poço do Escorrega
  • Cachoeira da Toca
  • Cachoeira do Sossego
  • Poço do Coração e Coraçãozinho
  • Poço Bem Te Vi
  • Poço Beija Flor
  • Poço 3 irmãos
  • Poço Louva Deus
  • Cachoeira Esmeralda

 

Onde comer em Carrancas?

Recanto bar e restaurante: R$ 83 reais para jantar, mas dividimos o prato mineirinho de costelinha de porco, tutu de feijão com torresmo, arroz, mandioca frita, couve refogado, alface, ovo frito. O local fica na rua principal de Carrancas.

Pizzaria Galpão: Pedimos 2 brotinhos por 26 reais cada e vieram 2 mini pizzas . Saborosas, porém consideradas extremamente pequenas e caras para região. Também fica na rua principal de Carrancas.

Carrinho de lanches do André: Localizado no lado direito da Igreja Matriz, o trailer oferece hot dog duplo por R$ 14 reais e X-Burguer (não artesanal) por R$ 17.

Restaurante Feliz: Localizado no centro, o self-service sai por R$ 28 à vontade e a marmita por R$ 18 cada. Achamos a comida saborosa com gostinho de caseira, então indicamos com certeza.

Comida Filé & Cia: Prato de contra-file para 2 por R$ 85, que apesar de ser considerado caro para o sul de Minas, é uma boa opção para quem pretende jantar. Já que a maioria dos restaurantes só funciona no almoço.

Cantinho da Chica: Almoçamos no recém-inaugurado restaurante, pessoas simples e comida caseira batata, pagamos no total 55 reais para almoçar em 2 pessoas. O local fica a uma quadra da Igreja Matriz.

Por fim, é importante comentar que estivemos em Carrancas em Fevereiro de 2023, e, portanto, os preços são relativos a essa data.

DICA EXTRA: Melhores comidas típicas de Minas Gerais

 

O quanto custa viajar para Carrancas?

Carrancas é um ótimo destino econômico em Minas Gerais. E apesar dos gastos de uma viagem serem relativos de pessoa para pessoa, iremos comentar a média de valores.

Os valores das diárias de hospedagem custam em média de R$200, o que para quem é de São Paulo como nós, é um valor econômico.

Já em relação à entrada dos locais, o mais caro é o da Serra do Moleque, que custa R$ 30 por pessoa. Mas, a média da maioria é de R$ 10 por pessoa, o que achamos extremamente econômico. (Referência: Fev/2023)

Além disso, temos os valores das refeições, onde no almoço a média é de R$30 por pessoa. Porém, na janta os locais costumam estar fechados e esse valor (para duas pessoas) é a partir de R$ 90. (Referência: Fev/2023)

Por fim, é importante levar em consideração, os gastos relativos a deslocamento – que dependem do ponto de partida de cada um – além disso, considerar se você irá fazer alguns dos passeios extras como quadriciclo ou jipe.

 

Como planejar a sua viagem para Carrancas?

Como sempre, gostamos de incentivar que nossos leitores viagem por conta própria e assim aproveitem muito mais a viagem, além, é claro, de economizar.

O primeiro passo é definir as datas da sua viagem e em seguida decidir o seu modo de locomoção: Carro próprio, avião, aluguel de carro ou ônibus.

Em seguida, com as datas em mãos, é a hora de reservar a hospedagem. Nesse momento, leve em consideração a localização e as comodidades de cada opção.

Por fim, lembre-se de fazer o seu próprio roteiro ou apenas seguir as dicas do Mundo Viajante 😉

 

Outros posts sobre Carrancas?

 

Vale a pena conhecer Carrancas?

Com toda certeza, vale a pena conhecer a Terra das Cachoeiras! Seja por conta das suas belezas naturais, como também pelos seus ótimos preços.

Mas, muito, além disso, se você está em busca de tranquilidade, sossego e momentos especiais, com certeza Carrancas é o lugar perfeito.

Dito isso, chegamos ao fim das nossas dicas sobre Carrancas em Minas Gerais, mas no caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário, pois ficaremos felizes em responder. E para fechar com chave de ouro, siga o @blogmundoviajante no Instagram!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim
o que fazer em holambra - conhecer os campos de girassóis

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

Siga nas redes sociais
- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -

Você sabe se tem DIREITO a
CIDADANIA EUROPEIA?

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao usuário. Consulte a nossa Política de Privacidade.