O que fazer em Huaraz: Trilhas Imperdíveis no Parque Huascaran - Mundo Viajante

O que fazer em Huaraz: Trilhas Imperdíveis no Parque Huascaran

Publicado em 06/11/2020

A 3.100m de altitude e cercada por montanhas, Huaraz é a maior cidade da região de Callejón de Huaylas. Tanto a Codinheira Branca como a Cordilheira Negra, localizadas em Huaraz, oferecem um visual fantástico e atividades imperdíveis.


lagoa azul

Onde fica Huaraz no Peru


Huaraz fica a 400km da capital de Lima, o trajeto de carro dura aproximadamente 7 horas. Localizada no norte do Peru a cidade abriga 120 mil habitantes e faz parte da região de Callejón de Huaylas.

A principal avenida é a Luzuriaga, onde se encontram todos os bancos da cidade, casas de câmbio, agências de viagem, comércios e a Plaza de Armas. 


Como ir de Lima a Huaraz


A melhor forma de chegar em Huaraz é de ônibus pela companhia Cruz del Sur, a viagem custa entre 70 a 120 soles. 

As saídas ocorrem através da principal rodoviária de Lima em diversos horários, sendo indicado viajar no horário da noite para dormir as 8 horas do trajeto. 

Ir com um carro alugado não é a melhor opção, já que as estradas não são as melhores. Além disso, em alguns trechos o GPS pode acabar não funcionando.

Algo interessante sobre as passagens de ônibus no Peru é que quanto antes você comprar mais desconto você pode conseguir, claro que isso pode incluir ficar próximo ao ar-condicionado ou do banheiro. 

Eu e uma amiga conseguimos pagar o preço mínimo nas passagens tanto na ida quanto na volta e não tivemos nenhum problema. 

Os ônibus da Cruz del Sul para Huaraz são confortáveis e incluem mantas (emprestadas), uma janta leve com bebida a sua escolha (inka cola, Pepsi ou água). 

Para finalizar é importante lembrar que os passeios de trekking em Huaraz ficam afastados da cidade, sendo recomendado o uso do transporte das agências de turismo que organizam esses passeios.

Geralmente eu não recomendo o uso das agências de turismo a não ser em caso de real necessidade. 

Nesse caso Huaraz se enquadra nessa necessidade, pois as agências de turismo te fornecerão transporte até o início dos trekkings e um guia de turismo. 

Vamos explicar no decorrer desse post as razões disso ser tão importante. 


Onde se hospedar em Huaraz 


Para os viajantes aventureiros sempre é indicado ficar em um hostel no centro de Huaraz, a vantagem é que existem acomodações para todos os tipos de viajantes.

No caso de quem busca economia e contato humano: Selina Huaraz

Já quem irá em casal ou família o mais ideal seria o Hotel Santa Cruz.

Fiquei no Hostel Campo Base de Huaraz e não indico, já que o chuveiro não esquentava e o banheiro não chegava nem perto da limpeza mínima.

Apesar da acomodação deixar a desejar, conhecer Huaraz fez com que esse tipo de problema não fosse assim tão importante.


Melhor época para ir em Huaraz 


Apesar da proximidade com a linha do equador, Huaraz apresenta temperaturas amenas durante o dia, normalmente na casa dos 15ºC, graças à altitude elevada.

Os padrões brasileiros de inverno e verão não funcionam muito nessas alturas: O chamado verão andino, de maio a setembro, corresponde ao nosso inverno e representa a estação de seca, com dias ensolarados e noites frias.

Minha viagem para Huaraz em 2018 foi justamente na temporada chuvosa de outubro a março, mas tivemos sorte com o tempo que apesar de muito frio teve poucas chuvas, portanto, conseguimos aproveitar bastante os 3 dias que passamos em Huaraz. 


Quanto custa viajar para Huaraz 


Transporte: 140 soles ida e volta de Lima-Huaraz 

Acomodação, incluso café da manhã leve: Estávamos em 7 pessoas e reservamos uma acomodação em quarto misto. Duas diárias ficaram em torno de 50 soles por pessoa, apesar de parecer barato não indico o lugar a ninguém. 

Pacote de passeios: Como fechamos os passeios com apenas uma agência – indicada por alguns amigos que já tinham ido – pagamos um preço melhor. O custo dos passeios (Laguna Parón, Nevado Pastoruri e Laguna 69) com guia e transporte custou 120 soles por pessoa.

Comida e besteiras: Aproximadamente 100 soles no total, já que a comida no Peru é muito barata. 

Gastos totais em Huaraz: 140 soles (passagem) + 50 soles (hospedagem) + 120 soles (passeios) + 100 soles (comida) = 410 soles (total) 

Lembrando que quando fui a Huaraz em 2018 a cotação do real para soles era aproximadamente de 1 para 1. 


O que fazer em Huaraz 


Quando decidimos conhecer Huaraz foi no período em que nosso grupo participava de um projeto voluntario em Lima, por isso fizemos a loucura de sair em uma quinta no fim da tarde e retornar na segunda. 

cordinheira branca de huaraz

Digo que foi uma loucura porque fizemos 3 trilhas em 3 dias, ou seja, a primeira trilha logo na sexta assim que chegamos e as outras duas no fim de semana.

Obviamente eu não indico isso para quem não é acostumado a trekkings, mas em nenhum momento me arrependi dessa aventura haha.

Inclusive foi uma forma bastante válida de testar meus próprios limites estando em altitudes elevadas e com pouco oxigênio. 

riacho turvo com pedras ao redor

Bom, mas vamos falar das trilhas mais famosas em Huaraz: Laguna Parón, Nevado Pastoruri e Laguna 69. Cada uma com sua singularidade de beleza única. 

Lembrando que Huaraz possui outras trilhas e lugares interessantes, vou citar alguns deles no final desse post para aqueles que pretendem passar mais tempo na cidade. 


Parque Nacional de Huascaran 


Com mais de 160 km de extensão e 32 montanhas acima de 6.000m o Parque de Huascaran parece ter sido criado por um fantástico artista da natureza. 

lagoa azul escuro com duas montanhas ao fundo

Saindo de Huaraz até a entrada do parque são aproximadamente 60 km, a combinação da altitude andina com a latitude próxima a linha do Equador torna possível encontrar flores coloridas e bosques quenuales (árvores típicas dos Andes) a mais de 4.000m acima do nível do mar. 

Aqueles que vão passar somente o dia no parque pagam apenas 10 soles pelo ingresso. 

Já para quem pretende ficar mais tempo no parque terá que pagar 70 soles obrigatoriamente e pode permanecer até 21 dias no parque.

Para chegar ao parque de Huascaran sozinho o jeito mais prático seria ir de Huaraz até Yungay (fica a uma 1 hora de Huaraz). 

Já que em Yungay saem vans para Cebollapampa, que passam pelo posto de entrada Lhanganuco, mas lembre-se que esse último percurso dura em média 3 horas.

Por essas razões o ideal é contratar uma agência de turismo, já que a locomoção por conta própria não é muito fácil. 

O parque é um paraíso para os montanhistas e trilheiros, já que conta com 25 trilhas mapeadas e com mais de 100 destinos de escalada. 


Lagoas de Lhanganuco


Também localizada no Parque Nacional de Huascarán, as lagoas de Lhanganuco são duas incríveis lagoas entre os nevados de Huascaran e Huandoy, 60 km ao norte de Huaraz. 

Segundo a lenda local as lagoas surgiram das lagrima do guerreiro Huáscar e da princesa Huandoy que foram transformados em montanhas para não viverem como amantes. 

mulher de calça vermelha e jaqueta preta

Conhecemos essa laguna no dia em que fizemos a trilha da Laguna 69, já que era caminho. Porém, existem passeios que partem de Huaraz que são exclusivos para conhecer as Lagoas de Lhanganuco e custam em média 50 soles. 


Trilhas para fazer em Huaraz


Laguna 69


A Laguna 69 tem uma beleza espetacular que apenas a mãe natureza poderia lapidar. Localizada no Parque Huascarán atrai os amantes de trekkings. 

mulher de costas com os braços levantados

De todas as trilhas que fiz na vida, a trilha para a Laguna 69 foi a mais difícil da minha vida, apesar disso eu voltaria e faria tudo mais uma vez. 

lagoa azul claro

Para chegar nesse paraíso gelado saindo de Huaraz o viajante terá que estar preparado para uma viagem de van de 2:40h até o início da entrada da trilha. 

E após isso lembre-se que ainda terá uma caminhada de no mínimo 3 horas de subida e 2 horas de descida. 

mulher em uma lagoa azul

A paisagem da caminhada é espetacular, mesmo assim a parte mais difícil é o caminho íngreme de subidas intermináveis até o destino final. 

Os bosques de quenuales e a subida até os 4.620m são recompensados quando chegamos a linda lagoa turquesa emoldurada pelo nevado Chacraraju, com 6.100m. 

mulher sentada em uma pedra grande

A trilha para a Laguna 69 começa um pouco antes de Cebollapampa, se você for para lá de transporte público os motoristas podem te informar o ponto exato que você deve descer. 

Porém, a volta pode ficara complicada, já que não existem muitos ônibus voltando de Yungay a tarde.

Por isso o mais indicado é contratar um tour no centro de Huaraz que irá custar em média 50 a 60 soles, pois incluirá o transporte e um guia. 


Nevado Pastoruri


O Nevado Patoruri no passado era totalmente coberto de neve, porém atualmente está perdendo parte de sua cobertura gelada devido ao aquecimento global. 

montanha coberta de neve

Bom, mesmo assim existe muita beleza nessa montanha de 5.240m de altitude com seu lindo glaciar e caso tenha sorte com neve.

Os tuors duram um dia e partem do centro de Huaraz, o deslocamento das vans duram 4 horas (2 horas por trecho). A média de preços varia entre 40 a 60 soles por pessoa, incluindo o transporte, guia e entrada no parque. 

mulher com roupas de frio na neve

A caminhada em direção ao Nevado Pastoruri dura em média 1:20h na subida e por volta de 40 minutos na descida. 

montanhas cinzas

Apesar de muito frio a caminhada é tranquila e demarcada, mas caso você esteja cansado ou sofra com a altitude ainda tem a opção de alugar um cavalo por uns 80 soles.

montanha coberta de neve

Posso dizer que gostei muito da beleza do lugar e a melhor parte foi que no meio do percurso começou a nevar um pouco. 


Laguna Parón


Das três trilhas que fizemos em Huaraz a Laguna Parón foi a mais tranquila (acredito que por ser a primeira trilha do fim de semana) 

mulher de touca e mochila em um trekking

A Laguna Parón fica a 100km de distância de Huaraz, o que implica em um deslocamento de cerca de 3 horas para chegar lá.

mulher sentada em uma pedra

A caminhada até o topo é tranquila e dura em média 1 hora, só tome cuidado com as pedras. Chegando ao topo você terá uma vista tão linda que parecerá que saiu de um quadro.

mulher morena em um barco a remo em um lago azul

Além disso, também é possível ficar deslumbrado com a vista da laguna antes de subir ao topo. 


O que fazer em 3 dias em Huaraz 


Indico que no primeiro dia conheça a Laguna Parón, pois é a mais tranquila e assim você já irá se acostumando com a altitude.

Já no segundo dia, conheça o Nevado Pastoruri e caso queira poupar energia suba de cavalo. 

E por último, no terceiro dia vá para o Parque Nacional de Huascarán e conheça as Lagoas de Lhanganuco e faça a trilha da Laguna 69. 

Se possível fique 4 dias em Huaraz para fazer esses passeios com mais calma e tirar um dia de descanso antes de fazer a trilha da Laguna 69. 


O que Fazer "a mais" em Huaraz 


· No centro de Huaraz existem alguns pontos turísticos para quem tiver interesse em conhecer ainda mais a cidade, como por exemplo o Museo Arqueologico de Ancash, mercado local de artesanato, Mirante Rataquenua, banhos termais de Monterrey e a criação de trutas na Avenida Confraternidad Internacional Este. 

· Ruinas de Wilcahuaín: Onde uma pirâmide era usada para cerimonias religiosas com sacrifício de animais. 

· Chavín de Huántar: Complexo de praças e um templo de 12 metros de altura construído em cima de galerias subterrâneas pelo povo chavín.


Dicas sobre Huaraz


- Lembre-se que cada passeio dura um dia, ou seja, não é possível combinar mais de um local para conhecer no mesmo dia. 

- Não importa o seu roteiro, deixe o trekking da Laguna 69 por último, já que é o mais cansativo e recompensador. 

- Não existe uber em Huaraz, então programe-se para fazer seus passeios sem contar com isso. 

- Indico que os passeios sejam realizados com um guia local através das agências de turismo credenciadas. 

- Apenas faça os passeios por conta própria caso já esteja acostumado a trekkings e adversidades na natureza. 

- Se possível feche todos os passeios com uma única agência, assim você conseguirá um desconto. 

- Tome sempre um bom café da manhã e saiba que a saída para os passeios é sempre por volta das 5 da manhã. 

- Leve na mochila barrinhas de proteína, água e algum lanche para comer no decorrer do dia.

poster escrito 3 trilhas imperdiveis no peru


Se gostou desse post segue o Mundo Viajante no Facebook

Conheça também nosso perfil no Instagram e Pinterest

Nenhum comentário:

Postar um comentário



@INSTAGRAM