Razões para Viajar Depois dos 60 Anos: Conheça a Vovó Mochileira - Mundo Viajante

Razões para Viajar Depois dos 60 Anos: Conheça a Vovó Mochileira

Publicado em 11/10/2019

Se você está na melhor idade e acha que não tem disposição para viajar, conheça quais são as razões para viajar depois dos 60 anos e se inspire como a vovó Jô.


idosa em um jardim
Fonte: Viajando Onde a Mala Esta.

1- Realizar o sonho


Muitas vezes quando somos jovens nos preocupamos tanto com a família que sempre deixamos nossos sonhos para depois.

As vezes ficamos na dúvida entre a reforma da casa ou aquela viagem dos sonhos ...e com isso os anos vão passando.


Por isso, agora é a hora de você priorizar o melhor da vida e realizar seus sonhos.

2- Ser a prioridade na sua própria vida


Chega um momento na vida que você tem que pensar o que fazer com sua aposentadoria: A melhor resposta é escolher um destino que você goste e ir viajar.

Nem sempre a viagem perfeita pra você precisa ser em Miami com todo glamur e luxo, as vezes só de ir à praia e renovar as energias, já vai te fazer uma pessoa mais feliz.

O importante é você perceber que a vida é muito mais que a sua família e filhos, que você tendo a idade que for pode ter novas experiências e se priorizar.


3- Conhecer gente nova


A vida é feita de livros que lemos, viajes que fazemos e pessoas que conhecemos. No fundo essa frase de Instagram tem razão, melhor ainda seria juntar essas três coisas em uma só.


Que tal ir viajar para conhecer pessoas novas e levar um livro pra ler no avião?

4- Perceber seu potencial


Não significa que porque você passou dos 60 anos que é menos importante que qualquer outra pessoa, mesmo assim as vezes esquecemos das nossas próprias capacidades de lidar com desafios e descobrir coisas novas.

A pergunta que você deve fazer é: Eu já me desafiei hoje?

5- A experiência faz com que você aproveite muito mais


Seus anos de vida fizeram com que você se conheça muito mais do que quando tinha 20 anos e por isso você já sabe o que te faz feliz.


Pode ser aquela comida maravilhosa ou apenas escutar as ondas do mar, mas no fim você aproveita a experiência por completo.

6- Limitações


Quando seus filhos, netos ou parentes te falarem que estão preocupados com você indo viajar, apenas diga que você sabe das suas limitações e que mesmo assim quer superar obstáculos.

Você pode não ser mais tão jovem na idade, mas sua alma ainda pode ter 20 anos, certo?

Se isso não foi suficiente pra te convencer, vamos te mostrar historias de pessoas reais que foram viajar na melhor idade.

Josefa Feitosa, brasileira, avó e mochileira


“Em 2016, aos 59 anos de idade, Josefa Feitosa se aposentou. Hora de encarar as agulhas de tricô ou de cuidar do netinho? Para muitos sim, para ela, hora de viver sua plena liberdade. Como? Viajando pelo mundo.

Desde então, Jô como é conhecida, visitou a Europa, África e Ásia, conheceu por enquanto, 40 países. Ao Brasil, segundo contou à BBC, ela só volta para renovar o passaporte.


A primeira viagem foi pelo país, viajando para Belém, no Pará e depois para Manaus, por 10 dias; na sequência Paraná e São Paulo entraram para a lista de lugares visitados pela Jô. Dali ela partiu para a primeira viagem internacional, mas já com um “olhar de viajante”.

idosa em frente a uma piramide de vidro
Fonte: Viajando Onde a Mala Esta

Josefa era assistente social, trabalhava no sistema prisional do Ceará, atuando sobretudo na defesa de mulheres transexuais. Por esse motivo foi convidada a falar sobre seu trabalho em Portugal e Espanha, numa série de palestras.

Para manter-se regularizada na Europa, fez um curso de inglês na Irlanda, trabalhou como babá e ao mesmo tempo em que estudava viajava pelos países vizinhos.


Voltando ao Brasil, alugou seu apartamento, desfez-se do que tinha e partiu para a África. Desde então está “morando onde a mala está”, nome da fanpage no Facebook na qual ela compartilha momentos dessa volta ao mundo!”


Nenhum comentário:

Postar um comentário



@INSTAGRAM