PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench

10 Curiosidades de Intercâmbio em Newfoundfland no Canadá

newfoundland_canada_intercambio

Isa, estudante da USP de São Carlos, compartilha um pouquinho da sua experiência de intercâmbio em Newfoundland no Canadá, mais conhecida como Terra Nova.

jovem mulher morena estudante com roupa de frio no seu intercambio em newfoundland canada

Você quer saber mais sobre as curiosidades sobre o meu intercambio em Newfoundland no Canadá? E como sobreviver ao frio? Então, vem com a gente.


“Quando me perguntam em que lugar do Canadá fiz intercâmbio, respondo partindo do pressuposto de que a pessoa nunca ouviu falar de St. John’s ou Terra Nova, nesse artigo falo um pouquinho sobre essa experiência.”
 
“Eu me chamo Isadora, tenho 23 anos e curso engenharia Mecânica na EESC-USP. 
 
Minha história de intercâmbio começou em 2014, quando eu comecei a buscar a realização do meu grande sonho: Um intercâmbio na América do Norte.
 
Em 2017 esse sonho se tornou realidade por meio de um programa de bolsas da USP, no qual me inscrevi e fui selecionada.
Fiquei um semestre em St. John’s, na ilha de Terra Nova (Newfoundland) no Canadá. 
 
Cursei engenharia na “Memorial University of Newfoundland (MUN)”, onde também tive a oportunidade de estudar francês. 
 
Enquanto me preparava para o intercâmbio, descobri um grupo no Facebook de brasileiros em St. John’s, por meio do qual fiz amizade com uma brasileira que chegaria na mesma época que eu (procurar um grupo no Face é uma boa dica para quem vai fazer um intercâmbio).
 
Logo no evento de boas-vindas da Universidade, fiz amizade com duas japonesas, também intercambistas. 
 
Elas foram grandes amigas durante meu intercâmbio, mas também convivi com outros intercambistas, desde peruanos até indianos. 
 
As minhas amigas foram fundamentais no meu intercâmbio, já que sentia bastante saudade da minha família, apesar das ligações por vídeo ajudarem a matar um pouco essa saudade.
 
Quando me perguntam em que lugar do Canadá fiz intercâmbio, respondo partindo do pressuposto de que a pessoa nunca ouviu falar de St. John’s ou Terra Nova. “
 
 

Então, vou contar 10 fatos curiosos sobre o meu intercambio em Newfoundland no Canadá:

 

1 – Newfoundland Dog

 
No intercâmbio vi alguns cães da raça Terra-Nova, os quais são originários desta ilha. 
 
Não conhecia esta raça, mas estes cães chamam atenção pelo seu tamanho e docilidade, além de serem excelentes nadadores, já tendo salvado vidas.
 

2 – Fuso horário de meia-hora
 
St John’s está 3 horas e meia atrasado em relação ao horário no meridiano de Greenwich.
 
 

3 – Casas coloridas

 
St John’s é conhecida por suas casas coloridas. Principalmente no centro da cidade, é comum vermos casas pintadas com cores fortes e distintas das vizinhas.
 

 

4 – Ponto mais leste do Canadá

 
Fica em Newfoundland e próximo de St John’s o Cape Spear (Cabo da Esperança), ponto mais leste do Canadá e também da América do Norte, se desconsiderarmos a Groenlândia. 
 
Além da paisagem maravilhosa, este cabo apresenta um farol, chamando atenção dos turistas.
 
 

5 – Carne de Alce

 
Embora não seja o prato mais típico da região, a população de Newfoundland come carne de Alce com naturalidade. 
 
Cheguei a experimentar, e achei saborosa, porém com gosto bastante diferente das carnes com as quais estamos acostumados.
 
 

6 – Cod Tongue

 
Cod Tongue é um prato bastante saboroso e típico de Newfoundland, que em português significa “língua de Cod”, um peixe encontrado nas águas frias do Hemisfério Norte. 
 
Apesar desse nome, o que se come não é a língua, mas sim um músculo do pescoço do peixe.
 

 

7 – Cidade Portuária

 
St John’s apresenta um porto, que fica no centro da cidade, sendo observado quando vamos nas lojinhas do centro.
 
 

8 – Mummering

 
Tradição trazida pelos ingleses, na época de Natal a população de St John’s realiza o c, havendo desfile pela cidade. 
 
Neste festival, a ideia é os participantes se vestirem e falarem de forma a não serem reconhecidos. 
 
Fui com minhas amigas em um desfile e entrando na brincadeira, uma amiga perguntou como uma das pessoas da foto se chamava. 
 
Ela respondeu criando um nome e uma história de vida.
 

 

9 – Trilhas

 
A geografia de Newfoundland torna bastante propícia a prática de trilhas. 
 
Em St John’s é bastante comum as pessoas percorrerem a trilha que leva ao Signal Hill, o ponto mais famoso da cidade e de onde é possível apreciá-la do alto.
 
 

10 – Clima chuvoso e muitos ventos

 
Dias chuvosos e com vento forte são bem típicos de St John’s. Assim que cheguei na cidade corri atrás de um casaco impermeável, já que como as chuvas costumam ser de vento, guarda-chuvas não são muito eficazes. 
 
Demorei um pouco para me acostumar com este clima, mas usando a roupa e acessórios adequados, foi possível encarar o frio, as chuvas e os ventos.
 
 

Sobre o intercambio acadêmico em Newfoundland no Canadá

 

Mas nem tudo foi só alegria…

 
Falando em adaptação, também encontrei outras dificuldades, mas mesmo assim achei que tudo valeu a pena. 
 
A Universidade era bastante exigente, e mesmo cursando apenas um período letivo, que dura menos de 4 meses, tive muitas provas, trabalhos e lições de casa. 
 
Porém, isso fez com que eu me aproximasse dos outros estudantes, desenvolvesse ainda mais o meu inglês e também com que eu aprendesse muito bem as matérias que foram bastante valiosas para a minha vida acadêmica.
 

Viajando na América do Norte…

 
Por meu intercâmbio ser em uma ilha, eu não conseguia ficar viajando para outros lugares do Canadá. 
 
Mas consegui conhecer lugares relativamente próximos na ida e na volta do meu intercâmbio. 
 
Antes de chegar na ilha, passei 6 dias em Nova York, a linda cidade das luzes. 
 
E quando acabaram minha aulas na MUN, antes de voltar ao Brasil, passei 2 semanas viajando por cidades turísticas do leste do Canadá: Montreal, cidade de Quebec, Toronto e Ottawa, finalizando meu intercâmbio com chave de ouro.

Na cidade de Quebec, cheguei a ver quedas d’água do Montmorency Falls e o Rio São Lourenço congelados!! 
 
Nesta viagem, enfrentei um frio bastante intenso, chegando a -33 graus, nem sabia que era possível sobreviver a essa temperatura haha!!!!
 
Passei o Natal de 2017 em Montreal, e foi nesse dia que vi neve caindo como nos desenhos animados, além de uma carruagem na frente da Basílica de Notre Dame, parecia que eu estava no filme Cinderela.
 
Chego ao fim desse relato encorajando a todos a fazerem um intercambio, seja ele para onde for, são momentos e experiências únicas que mudam as nossas vidas para sempre.

 

Espero que você tenha gostado da nossa seleção de “10 curiosidades do meu intercambio em Newfoundland no Canadá”. E caso tenha outras sugestões ou duvidas, deixe o seu comentário.

 

 
template escrito 10 curiosidades do meu intercambio em newfoundland no canada
Para mais conteúdos atualizados sobre viagem e intercambio, visite o nosso blog.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sobre mim

Izabela

Sou apaixonada por musica, hambúrgueres artesanais e principalmente viagens. Estou sempre tentando aprender com os lugares e pessoas que conheço na estrada da vida.

- Publicidade -

Junte-se à nossa comunidade de viajantes e receba dicas exclusivas, descontos e novidades!

- Publicidade -